Boris Horvat/AFP
Boris Horvat/AFP

Balotelli deixa Nice e reforça ataque do Olympique de Marselha

Polêmico atacante italiano assina vínculo curto, de apenas seis meses

Redação, Estadão Conteúdo

23 Janeiro 2019 | 14h09

O atacante Mario Balotelli mudou de time, mas vai continuar jogando no futebol francês. Nesta quarta-feira, o jogador italiano acertou sua transferência do Nice para o Olympique de Marselha. Segundo o clube, o contrato tem duração de apenas seis meses.

Apesar do contrato curto, o atleta de 28 anos ainda não sabe quando fará sua estreia pelo novo time. Sem jogar desde o início de dezembro, ele vai precisar de algumas semanas para recuperar o preparo físico. A diretoria do Olympique evitou projetar uma data de estreia para o reforço.

Os dois clubes envolvidos na negociação não revelaram qualquer detalhe sobre os valores da transferência. De acordo com a imprensa francesa, ele deve receber 3 milhões de euros (cerca de R$ 12,8 milhões) pelo período completo de contrato.

Em comunicado, o Nice agradeceu ao jogador pelos gols e atuações com a camisa do clube pelo período de dois anos e meio. "Como os caminhos se separam hoje, o Nice gostaria de agradecer ao Mario pelas suas duas temporadas e meia no clube. Recebido de braços abertos pelo clube e seus torcedores, o atacante não decepcionou as esperanças depositadas nele em sua chegada, pelo contrário. Seus 43 gols foram decisivos nos resultados das duas últimas temporadas", registrou o clube.

Para a diretoria, o Nice ajudou a resgatar o jogador para o futebol mundial. "Depois de anos difíceis na Inglaterra e na Itália, Mario, sob as cores da academia [clube], lembrou ao mundo que grande atacante ele era, até a temporada mais prolífica do ano passado, que lhe permitiu voltar à seleção [italiana]", afirmou.

Revelado para o futebol mundial com a camisa da Inter de Milão, o jogador que pouco brilhou com as camisas do Manchester City, Milan e Liverpool vai defender um clube que está logo à frente do Nice na tabela do Campeonato Francês.

O Olympique ocupa a sétima colocação, com 31 pontos, enquanto o Nice figura no oitavo posto, com a mesma pontuação, mas tem desvantagem nos critérios de desempate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.