Christophe SIMON / AFP)
Christophe SIMON / AFP)

Balotelli marca duas vezes, mas Olympique cede empate no Francês

Empate deixou o time de Marselha na quarta colocação da tabela do Francês, com 48 pontos, distante da briga pelo título, praticamente assegurado pelo Paris Saint-Germain

Redação, Estadão Conteúdo

30 de março de 2019 | 17h02

Apesar dos dois gols de Mario Balotelli, o Olympique de Marselha empatou com o Angers por 2 a 2, em jogo isolado do Campeonato Francês neste sábado. Em casa, o time de Marselha abriu 2 a 0, com gols do atacante italiano logo no início da partida, mas cedeu a igualdade em dois pênaltis, no segundo tempo.

Balotelli abriu o placar logo aos 4 minutos, após cruzamento de Florian Thauvin na pequena área. Em posição duvidosa, dominou no peito e mandou para as redes, sem marcação. O árbitro chegou a anular o lance, mas a revisão do VAR acabou confirmando o gol. O segundo veio aos 16, quando recebeu nova assistência de Ocampo e finalizou da entrada da área.

O duelo parecia resolvido para o time da casa. Mas as falhas seguidas da defesa do Olympique acabou custando a vitória. No primeiro erro, o VAR detectou toque de mão dentro da área. Na penalidade, Thomas Mangani diminuiu para os visitantes, aos 36 minutos de jogo.

O empate veio no segundo tempo, em outra penalidade. Jeff Reine-Adelaide foi derrubado na área do Olympique e o árbitro confirmou o pênalti, novamente confirmado por Mangani, aos 32 minutos. Nos minutos finais, o Angers quase obteve a virada no placar, quando Romain Thomas cabeceou com perigo e acertou o travessão.

O empate deixou o time de Marselha na quarta colocação da tabela do Francês, com 48 pontos, distante da briga pelo título, praticamente assegurado pelo Paris Saint-Germain, dono de 77 pontos. Em terceiro lugar, o Lyon, logo à frente do Olympique, soma 56. Já o Angers é o 11º colocado, com 37 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolOlympique de Marselha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.