?Bancada da Bola? promete reagir

O relator Geraldo Althoff (PFL-SC) e o presidente da CPI do Futebol, senador Álvaro Dias (PDT-PR), acreditam que terão a maior parte dos votos dos 13 integrantes da comissão para aprovar o parecer final a ser apresentado na próxima terça-feira. O senador Gilvan Borges (PMDB-AP), no entanto, rebate a projeção e assegura que ele e seus colegas afinados com a CBF somam sete votos. Borges disse que o grupo, conhecido por "bancada da bola", vai apresentar um relatório alternativo. A votação das duas propostas está marcada para a próxima quinta-feira. A CPI pretende pedir ao Ministério Público o indiciamento de cerca de 15 dirigentes de clubes, federações e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entre outros. Os nomes serão conhecidos na próxima terça-feira, na apresentação do parecer do relator Geraldo Althoff (PFL-SC). Estão na lista os presidentes da CBF, Ricardo Teixeira, o do Vasco da Gama, deputado Eurico Miranda (PPB-RJ), o do Flamengo, Edmundo Santos Silva. O deputado Pedro Celso (PT-DF) promoveu nesta terça-feira um ato de apoio à CPI do Futebol e à CPI da CBF/Nike, concluída em maio na Câmara, mas que até agora não apresentou nenhum resultado prático. Nenhuma das figuras emblemáticas do futebol, como Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, compareceu ao encontro. Ele comunicou ao deputado que estaria fora do País. Os participantes se solidarizaram com os senadores da CPI do Futebol, "que acreditam num tempo melhor e no resgate do futebol como patrimônio do povo brasileiro".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.