Band e Traffic encerram consórcio

A Rede Bandeirantes de Televisão e a Traffic Marketing Esportivo oficializaram nesta terça-feira o rompimento do acordo operacional de gestão da programação de esportes da emissora. O encerramento do contrato, inicialmente previsto para o final de 2002, foi antecipado para o próximo dia 31 de dezembro. O empresário J. Hawilla, presidente da Traffic, disse que pretende montar uma produtora para fornecer programação esportiva para emissoras de TV de todo o País, principalmente as por assinatura. Ele disse que a produtora deverá absorver cerca de 40 dos 120 funcionários da atual equipe que compõe o consórcio Band-Traffic. "Resolvemos buscar nosso próprio caminho e o acordo com a Band foi amigável", disse Hawilla. Em nota divulgada no final da tarde desta terça-feira, a direção da TV Bandeirantes anunciou que a partir de janeiro de 2002 a emissora "volta a gerir integralmente sua programação esportiva", unindo seu "consagrado time de apresentadores e comentaristas a novos valores que serão contratados".A direção da emissora confirmou a criação de um canal de TV paga dedicado à programação esportiva, o Bandsports. O projeto prevê o aproveitamento de parte da equipe esportiva da Rádio Bandeirantes.Tanto a Band como J. Hawilla não divulgaram os termos financeiros do final do acordo operacional. O empresário confirmou, no entanto, que o fato de a emissora não ser detentora dos direitos de transmissão da Copa do Mundo do Japão e da Coréia pesou na decisão. Ele desmentiu os boatos de que esteja fechando um contrato com a TV Record. "Isso não existe", disse, negando também que o motivo do rompimento tenha sido supostas dívidas da Band à Traffic.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2001 | 20h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.