Reprodução/ TVE
Reprodução/ TVE

Agressão: bandeirinha leva cabeçada de técnico durante semifinal do Campeonato Capixaba

Rafael Soriano, da Desportiva Ferroviária, fica irritado por decisão da arbitragem, agride a assistente Marcielly Netto e diz: 'Está se usando porque é mulher'

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2022 | 18h29
Atualizado 11 de abril de 2022 | 15h05

O jogo entre Desportiva Ferroviária e Nova Venécia, pela semifinal do Campeonato Capixaba, foi marcado por uma cena lamentável ao fim do primeiro tempo. O técnico da Desportiva, Rafael Soriano, deu uma cabeçada na bandeirinha Marcielly Netto após protestar contra a arbitragem.

"Se você disser que eu te agredi, a gente vai para a delegacia. A gente vai fazer corpo de delito. Se não, eu vou te processar", afirmou Rafael Soriano, que tentou negar a agressão. "Ela está dizendo que eu agredi. Mentira. Está se usando porque é mulher. Está querendo aproveitar de uma situação porque é mulher. O Gonzalo (atacante da equipe) foi encurralado. Ela empurrou os jogadores e agora quer dizer que foi agredida. Mentira", disse o treinador à TV Educativa do Espírito Santo.

As imagens, no entanto, mostram claramente o técnico Rafael Soriano se dirigindo à auxiliar de maneira ríspida, até que a agride com uma cabeçada. Imediatamente, Marcielly Neto leva a mão ao nariz, área atingida pela cabeçada. Veja o momento da agressão:

O jogo era válido pela semifinal do Campeonato Capixaba e terminou com vitória do Nova Venécia, por 3 a 1. Com o resultado a equipe que tem Richarlison, do Everton e da seleção brasileira, como um dos investidores vai à decisão do Estadual.

TÉCNICO É DEMITIDO APÓS AGRESSÃO

Logo após o episódio, por meio de um comunicado oficial divulgado nas redes socias do clube, a Desportiva Ferroviária anunciou que rescindiu o contrato do técnico Rafael Soriano e reiterou que condena atos de violência. A nota ainda prestou solidariedade à bandeirinha Marcielly Netto.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

Marcielly Netto protocolou, ainda neste domingo, um boletim de ocorrência pela agressão sofrida no intervalo da partida. No B.O., a assistente declara ter sido alvo de uma cabeçada do técnico Rafael Soriano, conforme revelam as imagens da transmissão do jogo entre Desportiva Ferroviária e Nova Venécia. A Federação Capixaba também promete acionar o TJD-ES (Tribunal de Justiça Desportiva) para avaliar o caso e punir o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.