Ciro Campos/Estadão
Ciro Campos/Estadão

Eduardo Baptista afirma ter uma dúvida para escalar o Palmeiras domingo

Ataque é o setor com a disputa mais em aberto no time para estreia no Campeonato Paulista

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

03 Fevereiro 2017 | 12h57

O Palmeiras só tem uma indefinição no time titular para a estreia no Campeonato Paulista, domingo, contra o Botafogo, no Allianz Parque. O técnico Eduardo Baptista contou nesta sexta-feira que para definir a formação só tem essa dúvida, mas não revelou a posição. Possivelmente a indecisão é no ataque, setor em que quatro jogadores foram testados nos amistosos de pré-temporada.

"A gente consegue chegar à estreia do Paulista em um nível muito bom, é o melhor possível dentro das condições. Estou muito satisfeito pelo que foi produzido por todos aqui. Estou com uma dúvida só no time. A equipe está praticamente definida", disse o treinador. A equipe fez treino tático fechado à imprensa no Allianz Parque. Foi a primeira atividade da equipe no estádio no ano.

Nos dois amistosos de pré-temporada, contra Chapecoense e Ponte Preta, o treinador escalou um atacante diferente em cada tempo. Dentro do esquema 4-1-4-1, Baptista começou o ano com Alecsandro como homem de referência, porém testou Érik na estreia, mais Willian e Alecsandro na partida seguinte. 

No treino de quinta-feira, o último aberto aos jornalistas, a escolha foi por Willian. O possível time da estreia deve ter: Fernando Prass; Jean, Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo; Róger Guedes, Tchê Tchê, Raphael Veiga e Dudu; Willian (Barrios). 

Baptista disse que transferiu o local de treino da Academia de Futebol para o estádio por notar que no domingo, no amistoso com a Ponte Preta, os jogadores tiveram dificuldade com o gramado. "Nós sentimos um pouco. Demoramos uns dez minutos para entrar no jogo. Pedimos à diretoria para ter um treinamento aqui, até para pegar confiança, tempo de bola, referências de localização", explicou.

Para as próximas semanas o treinador espera contar com todos os jogadores. O zagueiro Mina e o meia Moisés fazem trabalhos físicos para se recuperar de lesão. O meia venezuelano Guerra, apresentado pelo clube nesta quinta, aguarda a documentação para poder estrear pela equipe. "Fisicamente ele está bem. Podemos usar esse tempo para que ele se adapte ao elenco", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.