Barbarense só depende de suas forças

O ponto conquistado diante da Ponte Preta ontem deixou a todos no União Barbarense satisfeitos. Afinal, o time ainda não escapou do rebaixamento, mas também não está totalmente ameaçado. Para escapar da degola, o União Barbarense precisa apenas vencer o São Caetano no próximo domingo, pela última rodada da primeira fase da competição. Caso perca, pode até escapar, mas ainda dependerá de uma combinação de resultados."Tivemos um jogo muito difícil contra a Ponte. Foi uma verdadeira batalha. Mas saímos vitoriosos, já que ficamos com o ponto. O resultado mostrou, inclusive, que temos força para conquistar um resultado positivo no domingo e escaparmos do rebaixamento", afirma o técnico Roberval Davino.A grande diferença na luta para fugir do rebaixamento é que agora o Barbarense só depende de suas próprias forças para não cair para a Série A-2 no próximo ano.A avaliação positiva do União Barbarense foi feita por todos que estiveram presentes ao jogo. O presidente Roberto Mantovani Filho também gostou do que viu. "Os jogadores e a comissão técnica fizeram sua parte e estão de parabéns por este jogo. Mas ainda não está nada definido e temos que pensar em vencer o São Caetano. Todos sabem de suas responsabilidades", afirma.O técnico Roberval Davino deu uma folga a seus jogadores nesta segunda-feira e o time se reapresenta amanhã pela manhã. A comissão técnica pretende analisar profundamente o adversário nesta semana para montar a melhor estratégia para domingo. Com 16 pontos ganhos, o União Barbarense é o 23º terceiro colocado na classificação geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.