Douglas Magno/AFP
Douglas Magno/AFP

Barbieri lamenta vacilo no jogo de ida do Flamengo: 'É uma dor muito grande'

Rubro-negro foi eliminado pelo Cruzeiro nas quartas de final da Libertadores, mesmo vitória no Mineirão

Estadão Conteúdo

30 Agosto 2018 | 00h30

O técnico do Flamengo, Maurício Barbieri, manteve a tranquilidade mesmo após a eliminação da Libertadores, que era a principal competição disputada pelo clube nesta temporada. A vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0 nesta quarta-feira, no Mineirão, não foi suficiente para descontar a derrota inicial, dentro do Maracanã, por 2 a 0.

"Perdemos a vaga para as quartas nos detalhes, com a derrota sofrida em casa. É uma dor muito grande, mas temos que rapidamente virar esta página", disse o treinador. Ele ainda discordou de quem criticou o Flamengo por não priorizar a competição.

"A decisão é do clube e foi compartilhada por mim. Acho que foi uma decisão acertada porque um clube do tamanho do Flamengo tem que entrar em todas as competições para vencer. O clube é maior do que qualquer treinador e temos que respeitar esta escolha, porém, não devemos por isso como determinante pela eliminação".

Apesar da eliminação na Libertadores, o Flamengo segue brigando pelo título do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro ocupa o terceiro lugar na tabela. Além disso está na semifinal da Copa do Brasil, onde enfrentará o Corinthians.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.