Gerry Penny/EFE - 31/03/2010
Gerry Penny/EFE - 31/03/2010

Barça abre 2 a 0, mas cede empate ao Arsenal na Liga

Equipe espanhola leva vantagem em caso de empate por 0 a 0 ou 1 a 1 na partida de volta, no Camp Nou

AE, Agência Estado

31 de março de 2010 | 18h16

Arsenal e Barcelona não decepcionaram nesta quarta-feira, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Jogando no Emirates Stadium, em Londres, o time da casa chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas mostrou grande reação no segundo tempo e empatou a partida nos minutos finais.

Veja também:

blog Blog da Liga dos Campeões - Arsenal consegue empate heroico

O resultado manteve o time inglês na briga, depois de assistir a uma grande apresentação dos espanhóis no primeiro tempo e no início da segunda etapa. A vaga na semifinal será decidida na próxima terça-feira, no Camp Nou. Quem vencer garante a classificação.

O Barcelona leva vantagem em caso de empate por 0 a 0 ou 1 a 1. Já o Arsenal fica com a vaga se houver igualdade de 3 a 3 ou superior. Em caso de um novo 2 a 2, a duelo será decidido na prorrogação, que poderá ser seguida de pênaltis.

JOGO 

O confronto mais esperado das quartas de final da Liga começou com o domínio dos visitantes. O time do brasileiro Daniel Alves não tomou conhecimento dos donos da casa e cercou a defesa, sem deixar o Arsenal passar do meio-de-campo nos primeiros instantes. Foram nada menos que 17 finalizações em 15 minutos.

Em dia inspirado, o goleiro Almunia foi o grande destaque da equipe inglesa, com defesas salvadoras. No entanto, o defensor precisou aguentar a pressão comandada por Messi e Maxwell, ambos cada vez mais à vontade em campo, até os minutos finais da primeira etapa, quando o Arsenal começou a equilibrar a partida.

Os gols, porém, só vieram no segundo tempo. E foram os visitantes que saíram na frente. Logo aos 20 segundos, Piqué lançou Ibrahimovic pela direita, surpreendendo a defesa. Diante do goleiro adiantado, o atacante sueco mandou por cobertura e abriu o placar.

Surpreso com o gol, o Arsenal, do brasileiro Denilson, demorou ainda mais para voltar ao jogo. E o Barcelona aproveitou o bom momento na partida. Aos 14 minutos, Xavi descolou novo lançamento pela direita para Ibrahimovic, que dessa vez encheu o pé e não deu chances para Almunia.

A reação dos ingleses começou dez minutos depois. O jovem Walcott, que acabara de entrar, recebeu passe de Bendtner e mandou para as redes em seu primeiro lance. Na sequência, o mesmo Walcott sofreu falta que gerou cartão amarelo a Piqué. O zagueiro espanhol cumprirá suspensão no jogo de volta, assim como Puyol, que foi expulso nos minutos finais. Dessa forma, o técnico Josep Guardiola não poderá contar com sua zaga titular na semana que vem.

Puyol foi excluído de campo ao fazer falta em Fábregas dentro da área, aos 40 minutos. O zagueiro travou o chute do meia rival, em uma falta duvidosa, e recebeu o cartão vermelho direto, do árbitro Massimo Busacca.

O próprio Fábregas, que também cumprirá suspensão no jogo de volta, bateu firme no meio do gol e garantiu o empate aos anfitriões. O meia acabou sentindo dores no joelho direito após a cobrança e saiu de campo antes do apito final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.