Gustau Nacarino/Reuters
Gustau Nacarino/Reuters

Barça responde Hamas com ingressos para palestinos

Grupo organizaria um boicote ao clube espanhol por ingresso cedido a um soldado israelense

AE-AP, Agência Estado

28 de setembro de 2012 | 10h09

BARCELONA - O Barcelona convidou nesta sexta-feira três palestinos para acompanhar no Estádio Camp Nou o clássico contra o Real Madrid, marcado para o dia 7 de outubro e válido pelo Campeonato Espanhol. A ação foi uma resposta ao Hamas, que defendeu um boicote ao clube depois que o time espanhol deu um ingresso para um soldado israelense.

Em um comunicado, o Barcelona anunciou que aceitou o pedido de ingressos da embaixada da Palestina para o jogador de futebol Mahmoud Al Sarsak, que permaneceu em uma prisão israelense por três anos até ser liberado neste ano depois de realizar uma greve de fome, e também para o presidente União Palestina de Futebol Jibril Rajoub e o embaixador da Autoridade Palestina.

O clube espanhol também disse que convidou Gilad Schalit, o soldado israelense que foi mantido em cativeiro entre 2006 e 2011 por militantes do Hamas na Faixa de Gaza, depois de receber uma solicitação de um ingresso para ele.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBarcelonaHamas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.