Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Barcelo se rende ao talento de Ronaldinho

"Que sea un hasta luego" ou "Que seja um até logo". Com uma foto grande de Ronaldinho Gaúcho, sorrindo como sempre, e este título, o jornal Mundo Deportivo publicou nesta segunda-feira uma reportagem sobre o jogador que "arrasou como o melhor da Liga Espanhola." O atacante concluiu domingo sua primeira temporada pelo Barcelona. Está de férias. É tão amado já na capital da Catalunha que nesta segunda-feira, no treino da seleção, levou bom número de torcedores para vê-lo, aplaudi-lo e vibrar com suas coreografias únicas com a bola. Os números são mais reveladores que qualquer impressão. A mais importante cadeia de rádio da Espanha, a SER, realizou pesquisa para eleger o melhor jogador do campeonato, encerrado domingo. Mais de 60% dos entrevistados apontaram Ronaldinho Gaúcho como o seu preferido. Em segundo ficou Ronaldo, do Real Madrid. Outras enquetes também comprovaram o que a sua arte de tratar a bola é capaz de fazer. A principal agência de notícias espanhola, a EFE, apurou que Ronaldinho tem a ampla escolha da torcida como o melhor da liga, o mesmo se deu com a pesquisa do diário El Pais e da rede de TV ESPN. Domingo, o programa Gol a Gol da TV da Catalunha, colocou no ar um compacto com os lances mais emocionantes do campeonato espanhol. No fim, dedicou cerca de 4 minutos só para as jogadas de Ronaldinho, como se ele não estivesse classificado naquela série "normal.". Quando a imagem regressou para o apresentador, ele usava um babador. E sem dizer nada, apenas mantinha a boca ainda aberta e simulava enxugar, devagar, a baba. Elásticos, chapéus, outros dribles, bicicletas, chutes, dotados de rara técnica, beleza, graça, elegância e velocidade, e os 15 gols marcados encantam os catalães. "Não sei para quem vou torcer. Acho que para o Ronaldinho", diziam nesta segunda-feira, na arquibancada no Nou Camp, Mônica, Natalie e Elizabeth, enquanto a seleção brasileira treinava. Detalhe: a equipe de Carlos Alberto Parreira enfrentará nesta terça-feira a seleção da Catalunha, terra das torcedoras."Tive a felicidade de ajudar o Barcelona a se classificar para a Champions League, foi uma ótima temporada. Se tivéssemos começado melhor estaríamos lutando pelo título", disse nesta segunda Ronaldinho. O Barcelona acabou em segundo, com 72 pontos, diante de 77 do Valência, campeão. Sobre a forma como é tratado na cidade, como um semi-deus, diz, expondo sua marca registrada, o sorriso largo e sincero. "É muito motivante, estou há tão pouco tempo aqui, nove meses, tanto carinho só me leva a treinar e correr mais para corresponder à expectativa de todos." Jose Maria é um motorista de táxi em Barcelona. "Ronaldinho está sempre sorrindo, não é aquele tipo que se deixa levar pela fama, é um homem simples. E, por Deus, como joga futebol." Não quer nem ouvir falar nos rumores de uma proposta irrecusável para negociá-lo, já que hoje é considerado por muitos com o melhor do mundo. "Se o presidente do Barcelona (Joan Laporta) o vender, irão matá-lo." A arte de Ronaldinho terá, com certeza, grande responsabilidade no público de 100 mil pessoas esperado nesta terça no Nou Camp.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.