Gustau Nacarino/Reuters
Gustau Nacarino/Reuters

Barcelona bate Atlético de Madrid na Copa do Rei com gol de Messi

Argentino faz o único gol da vitória catalã em jogo de ida pelas quartas de final; volta é na quarta que vem, no Vicente Calderón

Estadão Conteúdo

21 de janeiro de 2015 | 21h01

O Barcelona suou muito e precisou de um pênalti e de uma boa quantia de sorte para transpor a muralha do Atlético de Madrid nesta quarta-feira e largar com vantagem nas quartas de final da Copa do Rei. Messi desperdiçou a penalidade, mas o rebote caiu em seus pés e ele garantiu o triunfo por 1 a 0 diante do rival madrilenho no Camp Nou.

O resultado faz com que o Barcelona vá para o jogo de volta, quarta-feira que vem, no Vicente Calderón, com a possibilidade de se classificar com um empate ou até com uma derrota por um gol de diferença, desde que marque ao menos uma vez. Para o Atlético, o único resultado que interessa é um triunfo por dois gols.

Nesta quarta, o Barcelona começou dominando as ações e demorou somente quatro minutos para criar sua primeira boa chance. Após troca de passes rápida entre Iniesta e Messi, Neymar bateu colocado e exigiu boa defesa de Oblak. Os toques em velocidade eram a principal arma catalã para vencer a defesa adversária e foi assim que Daniel Alves e Rakitic tabelaram antes de encontrarem Messi, que bateu por cima aos 12.

A zaga do Atlético percebeu o jogo do Barça, acertou a marcação e conseguiu anulá-lo nos minutos seguintes. A intenção era clara: se fechar e tentar um gol no contra-ataque. Foi assim que Koke disparou e encontrou Fernando Torres aos 31 minutos, mas o atacante parou em Piqué ao tentar a finalização.

Griezmann perderia nova boa chance de cabeça, mas no lance seguinte, aos 35, foi o Barcelona que desperdiçou a melhor oportunidade do primeiro tempo. Godín afastou mal a bola, que sobrou para Rakitic. O croata rapidamente acionou Suárez, mas o uruguaio, mesmo quase na linha da pequena área, mandou por cima.

A conversa de Simeone com seus jogadores no intervalo parece ter dado certo, porque no segundo temo o Atlético voltou com uma defesa ainda mais acertada. O Barcelona ficava com a posse e tocava com certa liberdade até a intermediária, mas a partir daí o jogo não evoluía. Assim, os minutos foram passando sem qualquer oportunidade de ambos os lados.

Somente quando o árbitro viu pênalti em Busquets, o time da casa finalmente abriu o placar. Após cobrança de falta rasteira, a bola sobrou na área. Juanfran tentou afastar, mas acabou chutando o volante adversário. Messi foi para a cobrança e Oblak defendeu, mas a sobra caiu exatamente nos pés dos argentino, que empurrou para o gol vazio.

MESSI PASSA MAL
O craque argentino voltou a se sentir mal no jogo desta quarta-feira. O astro da equipe catalã foi flagrado vomitando durante a vitória sobre o Atlético, repetindo fato que já ocorreu em diversas partidas, incluindo a final da Copa do Mundo. O próprio jogador afirmou à uma rede de televisão argentina no ano passado que não sabe exatamente a razão de passar mal em algumas situações. "Isso acontece em alguns jogos, às vezes até mesmo antes de entrar em campo, nos treinamentos, na minha casa", disse Messi na ocasião. "Não sei muito bem o que é, eu já fiz milhares de estudos." 

OUTROS RESULTADOS
Quem avançar deste confronto terá pela frente o vencedor do duelo entre Villarreal e Getafe. Nesta quarta, o Villarreal aproveitou o fator casa para sair na frente, ao vencer por 1 a 0, com gol de Bruno Soriano. No outro jogo do dia pela ida das quartas de final, o Málaga recebeu o Athletic Bilbao e não passou de um empate por 0 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.