Andres Kudacki/AP
Andres Kudacki/AP

Barcelona bate Real Madrid no primeiro clássico da temporada

Virada veio na segunda etapa e o Barça saiu vitorioso por 3 a 2 no jogo de ida da Supercopa da Espanha

AE, Agência Estado

23 de agosto de 2012 | 19h37

BARCELONA - Não poderia começar melhor a "Era Tito Vilanova" no Barcelona. Nesta quinta-feira, na segunda partida oficial do novo treinador, a segunda vitória, e exatamente sobre o arquirrival. O Real Madrid até saiu na frente no Camp Nou, com Cristiano Ronaldo, mas levou a virada na segunda etapa e saiu derrotado por 3 a 2 no jogo de ida da Supercopa da Espanha. No fim, Valdés deu um gol a Di Maria e manteve viva a disputa pelo título.

Com a mesma equipe base que fez sucesso sob o comando de Guardiola (com Mascherano no lugar de Puyol e Villa no banco de Pedro), o Barcelona foi muito melhor o tempo todo e dominou as ações ofensivas do clássico desta quinta.

Messi criou as duas primeiras boas chances de marcar, mas mandou os dois chutes para fora, um aos 19, outro aos 29 minutos. A melhor oportunidade, porém, foi de Pedro, que exigiu grande defesa de Casillas aos 32. Quase no fim, Xavi arriscou e mandou por cima do travessão.

Os gols que faltaram na primeira etapa, sobraram na segunda. E começou pelo Real Madrid, que tinha criado quase nada nos primeiros 45 minutos. Aos 10, Ozil bateu escanteio da esquerda, Cristiano Ronaldo se antecipou à marcação e fez de cabeça.

Só que já no lance seguinte o Barcelona deixou tudo igual. Mascherano deu uma de Iniesta e acertou lançamento de mais de 40 metros para Pedro, que dominou nas costas de Coentrão e bateu para deixar tudo igual.

A virada veio aos 25, num pênalti de Sérgio Ramos sobre Iniesta. Chance de Messi bater e fazer o segundo do Barcelona, o terceiro gol dele em dois jogos da temporada - na estreia, foram dois nos 5 a 1 sobre a Real Sociedad.

Soberano, o Barcelona fez o terceiro aos 33, quando Iniesta fez o que dele se espera e encontrou um buraco entre Khedira e Albiol para deixar Xavi na cara do gol. O volante tocou na saída de Casillas e ampliou.

Mas nem tudo foi perfeito para o Barcelona. A cinco minutos do fim, Valdés recebeu uma bola recuada, tentou driblar Di Maria e perdeu a bola. O argentino só empurrou depois para o gol vazio, descontando para 3 a 2 e ampliando as chances de reverter o resultado no jogo de volta, quarta-feira que vem, no Santiago Bernabéu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.