Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

Barcelona precisa de 'milagre' contra Bilbao para levantar a taça

Time catalão foi goleado por 4 a 0 na partida de ida da Supercopa

EFE

17 de agosto de 2015 | 11h41

O Barcelona tentará operar um milagre nesta segunda-feira, às 17 horas (de Brasília), para se recuperar da goleada por 4 a 0 aplicada pelo Athletic Bilbao no jogo de ida da Supercopa da Espanha, o que significaria o quinto título de 2015 para o clube catalão.

Os jogadores acreditam que o apoio dos torcedores no Camp Nou será essencial para fazer a equipe voltar a exibir a solidez defensiva mostrada na temporada anterior. O setor defensivo do Barcelona deixou a desejar nas duas últimas partidas, nas quais a equipe sofreu um total de oito gols.

Após poupar cinco titulares no jogo de ida, o técnico Luis Enrique voltará a apostar na força máxima para buscar a virada. Sendo assim, voltarão ao time Gérard Piqué, Jérémy Mathieu, Sergio Busquets, Andrés Iniesta e Ivan Rakitic. Javier Mascherano, que jogou como volante no San Mamés, voltará para a zaga.

O treinador novamente não poderá contar com duas peças importantes: o lateral-esquerdo Jordi Alba e Neymar. A dúvida para a partida é se Ter Stegen continuará como goleiro, após sofrer oito gols em duas partidas, ou se Claudio Bravo jogará pela primeira vez nesta temporada.

"Não vejo os jogadores convencidos, e sim convencidíssimos. Sabemos da dificuldade, mas é um desafio ao alcance de uma equipe desse porte. Quando o Barça joga, tudo pode acontecer", disse Luis Enrique, confiante na virada.

O Athletic Bilbao encara a partida de volta como uma oportunidade histórica de voltar a levantar uma taça após 31 anos, principalmente com o surpreendente resultado do primeiro jogo.

A dupla conquista do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei em 1984, o que na época concedia automaticamente o título da Supercopa a quem conseguisse esse feito, foi a última grande alegria de uma torcida não aguenta mais esperar.

O técnico Ernesto Valverde e seus jogadores se preparam para a partida cientes da grande oportunidade, mas com prudência devido ao potencial do adversário.

O Athletic terá o desfalque de peças importantes na segunda-feira, como os lesionados Mikel Rico, Ander Iturraspe, Iñaki Williams e Iker Muniain. No entanto, o técnico deve evitar fazer mudanças no time devido ao incrível desempenho no jogo de ida.

"Eles (Barcelona) querem algo histórico, como conseguir todos os títulos do ano. Um título de seis significaria muito para eles, mas não o mesmo que para o Athletic após tanto tempo sem conquistar um", afirmou Valverde.

BARCELONA x ATHLETIC BILBAO

BARCELONA - Ter Stegen; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Mathieu; Busquets, Rakitic e Iniesta; Messi, Suárez e Pedro. Técnico: Luis Enrique.

ATHLETIC BILBAO - Iraizoz; De Marcos, Etxeita, Laporte e Balenziaga; San José, Beñat, Susaeta, Eraso e Lekue; Aduriz. Técnico: Ernesto Valderde.

ÁRBITRO - Carlos Velasco Carballo, auxiliado por Roberto Alonso Fernández e Marcos Álvarez Moreno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.