Arquivo/AE
Arquivo/AE

Barcelona contrata Keirrison por cerca de R$ 38 milhões

Atacante, ex-Palmeiras, passará por exames médicos na sexta-feira e pode ser emprestado para outro clube

Reuters - AE

23 de julho de 2009 | 09h28

O Barcelona anunciou nesta quinta-feira a decisão de contratar o atacante brasileiro Keirrison, ex-Palmeiras, por um valor de 14 milhões de euros (aproximadamente R$ 38 milhões) durante cinco anos.

Veja também:

link Eto'o exige 5 mi de euros ao Barça por transferência à Inter

link Barcelona fará amistoso com Manchester City em agosto

especial Mercado: as transferências dos times

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O jogador de 20 anos deve se submeter a exames médicos na sexta-feira. A multa rescisória pode chegar a 16 milhões de euros, dependendo de quantos jogos ele fizer pelo time principal, segundo o site oficial do clube, o atual campeão espanhol e europeu.

Apesar de ter sido confirmada apenas nesta quinta-feira, a transferência de Keirrison era dada como certa desde que o jogador deixou o Palmeiras, no fim do mês passado. Suas atitudes nos últimos dias na equipe foram duramente criticadas pelo então treinador Vanderlei Luxemburgo, que acabou demitido por ferir a hierarquia do clube.

Keirrison chega a Barcelona ainda nesta quinta-feira, e deve visitar o Camp Nou para tirar a foto com o escudo do clube, uma tradição das contratações do time catalão.

Na próxima temporada, porém, Keirrison deverá ser emprestado a outro clube. Anteriormente, o Barcelona fez o mesmo com o zagueiro Henrique, outro ex-Palmeiras, que foi negociado com o Bayern Leverkusen.

"Ele [Keirrison] é muito jovem e tem número impressionantes. O clube decidiu apostar nele, mas em princípio ele será emprestado. Não conto com ele para esta temporada", disse o treinador Guardiola no início desta semana.

Keirrison começou a carreira profissional no Coritiba, e ganhou destaque por suas atuações no Campeonato Brasileiro de 2008, quando foi um dos artilheiros da competição, com 21 gols. Neste ano, ele chegou ao Palmeiras e teve início impressionante, com média de 1,33 gols por partida.

(atualizado às 10h04 para acréscimo de informação)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.