Barcelona critica juiz de jogo contra Chelsea

O técnico Pep Guardiola e os jogadores do Barcelona reclamaram da atuação do árbitro Wolfgang Stark no empate por 0 a 0 contra o Chelsea, terça-feira, no Camp Nou, pela Liga dos Campeões. Para eles, o meia Michael Ballack deveria ter sido expulso no final do segundo tempo, quando impediu o avanço de Andres Iniesta com falta.

AE, Agencia Estado

29 de abril de 2009 | 14h57

"Não fale comigo sobre o árbitro. Todo mundo viu", reclamou Iniesta. "Não mostrou o segundo cartão amarelo porque não quis", completou. O técnico Pep Guardiola classificou a omissão de Stark como "escandalosa".

O treinador avisou que não vai alterar o estilo de jogo do Barcelona no segundo jogo contra o Chelsea, na próxima semana, em Londres. "Nós somos tão claros quanto a água, os times sabem como nós jogamos. Entendemos que o futebol é fazer gols e nós vamos à procura deles em Londres", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.