Barcelona decepciona e empata; Ricardo Oliveira faz 2 gols

Time catalão tropeça em casa com o 0 a 0 contra o Espanyol, no dia do atacante brasileiro ajudar o Zaragoza

EFE

19 de abril de 2008 | 18h31

Jogando no Camp Nou, o Barcelona ficou no 0 a 0 com o Espanyol, no clássico da cidade, e complicou sua situação no Campeonato Espanhol após 33 rodadas disputadas.Veja também: Classificação / Próximos jogos / Últimos resultadosA melhor chance do Barça no primeiro tempo foi aos nove minutos, com Xavi chutando uma bola que passou perto do travessão. Na etapa final, a equipe até tentou abrir o placar, mas esbarrou nas boas defesas do goleiro camaronês Kameni - muitas delas em chutes do camaronês Samuel Eto'o. Aos 30 da etapa final, o Espanyol quase abriu o placar em contra-ataque, mas o argentino Zabaleta, mandou por cima. O empate deste sábado deixa a equipe com 61 pontos, na vice-liderança, mas pode ficar a 11 do Real Madrid se o time da capital vencer neste domingo o Racing, fora de casa. OLIVEIRA DECIDECom dois gols do atacante brasileiro Ricardo Oliveira, o Zaragoza passou pelo Recreativo em casa por 3 a 0, e manteve vivas suas chances de escapar do rebaixamento. Sergio García abriu o placar para a equipe em La Romareda aos dois minutos de partida, após passe de Ricardo Oliveira. E o ex-atacante de Portuguesa, Betis e Milan fez o seu com 20 minutos, aproveitando erro da defesa do Recreativo e batendo o goleiro Sorrentino com um chute rasteiro perto da trave esquerda. O brasileiro fez seu segundo no jogo aos 33, escorando de cabeça após cobrança de falta. O Zaragoza fica com os mesmos 37 pontos do Recreativo, penúltimo colocado, mas não seria rebaixado se o campeonato acabasse hoje por levar a melhor nos critérios de desempate. Também neste sábado, o Betis conseguiu excelente resultado na luta para fugir do rebaixamento ao superar o Atlético de Madri por 3 a 1 em pelno Vicente Calderón. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.