Barcelona TV
Barcelona TV

Barcelona diz que brasileira Andressa Alves foi alvo de racismo; rival nega

Jogadora da seleção brasileira acabou expulsa em partida contra o Rayo Vallecano

Redação, Estadão Conteúdo

11 de fevereiro de 2019 | 09h54

O técnico da equipe feminina do Barcelona, Luis Cortés, revelou que a brasileira Andressa Alves foi vítima de ofensas racistas e, por isso, reagiu de forma intempestiva e acabou sendo expulsa contra o Rayo Vallecano, no último domingo, pelo Campeonato Espanhol. Em comunicado, a equipe rival negou que a sua atleta, Sheila García, tenha cometido qualquer insulto.

"Andressa sofreu um insulto racista durante o jogo e isto é um tema muito grave que temos que tentar erradicar entre todos. Daí sua reação que não justifico", disse Luis Cortés em coletiva. "Ela é uma jogadora estrangeira que ouviu um insulto racista durante a partida. Isso é um tema muito grave, que temos todos que erradicar do futebol".

O lance polêmico aconteceu aos 29 minutos do segundo tempo. Pelas imagens de TV, é possível ver o momento que Andressa Alves, convocada regularmente para a seleção brasileira, parte para cima de Sheila García depois de um bate-boca.

Em nota, o Rayo Vallecano negou as acusações feitas. "Depois de falar com nossa jogadora Sheila García e com outros membros da equipe e analisar as imagens no incidente ocorrido durante o jogo, nós categoricamente negamos que em algum momento insultos racistas ou insultos foram ditos sobre a jogadora do FC Barcelona, Andressa Alves". O clube ainda reforça que o lance aconteceu perto da arbitragem, que não relatou qualquer ofensa na súmula da partida, vencida por 4 a 0 pela equipe catalã.

"Nas imagens do incidente, se observa perfeitamente como depois de uma ação fortuita em que Sheila toca a perna da jogadora adversária, esta responde imediatamente com uma reação violenta desproporcional. Essa ação se produz a aproximadamente um metro da arbitragem, que não escuta nada (visto que não houve) e por isso em nenhum momento indica na súmula da partida que se produzira insulto ou ofensa alguma contra Andressa Alves", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.