Barcelona é eliminado e vê fim de série vitoriosa

Mesmo sem Luís Fabiano e Kanouté, o Sevilla eliminou o Barcelona da Copa do Rei nesta quarta-feira e avançou às quartas de final da Copa do Rei. Jogando fora de casa, o time catalão ganhou por 1 a 0, mas não conseguiu reverter o placar da partida de ida. O Sevilla havia vencido por 2 a 1, com gol na casa do rival, o que foi decisivo para despachar o rival da competição.

AE, Agencia Estado

13 de janeiro de 2010 | 21h23

É a primeira vez que o Barcelona é eliminado de uma competição sob o comando do treinador Josep Guardiola, com quem ganhou seis títulos em um ano e meio de trabalho - Liga dos Campeões da Europa, Mundial de Clubes da Fifa, Campeonato Espanhol, Copa do Rei e as Supercopas da Europa e da Espanha.

O herói da classificação do Sevilla foi o goleiro Palop, que fez pelo menos seis defesas impressionantes. E ainda teve sorte num lance em que o argentino Lionel Messi mandou na trave e, no rebote, o sueco Ibrahimovic chutou para fora. O único gol da partida foi marcado por Xavi Hernández, aos 19 minutos do segundo tempo.

Mais cedo, o La Coruña empatou com o Valencia por 2 a 2, em casa, e também avançou na competição. No jogo de ida, os anfitriões haviam ganhado por 2 a 1. O Alcorcon, que eliminou o Real Madrid, não passou do empate sem gols com o Racing Santander e se despediu da competição - perdeu a primeira partida por 3 a 2.

O Osasuna derrotou o Hercules por 1 a 0 e, apesar do empate por 2 a 2 no resultado final, avançou às quartas de final por ter marcado dois gols fora de casa no jogo de ida. O Getafe, por sua vez, goleou o Malaga, por 5 a 1, reverteu o placar do primeiro jogo (1 x 2), e assegurou vaga na próxima fase.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do ReiSevillaBarcelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.