Barcelona é multado por protestos

O empate de 2 a 2 com o Real Madrid, em março, continua a dar dor de cabeça ao Barcelona. O presidente Joan Gaspart, o vice-presidente Angel Fernandez, o ex-técnico da equipe Jose Ferrer e Rivaldo foram multados nesta quarta-feira pelo tribunal da Federação Espanhola de Futebol. Os quatro deram declarações consideradas ofensivas contra a arbitragem do clássico disputado no Estádio Santiago Bernabéu.A bronca do quarteto ficou por conta do gol anulado de Rivaldo, no fim do jogo, e que daria ao Barcelona a vitória de virada. O meia brasileiro chutou de fora da área, havia três jogadores da equipe catalã em impedimento, mas a bola desviou antes no zagueiro Helguera."Fomos roubados", protestou Gaspart, à saída do campo do Real. Por essa frase, terá de pagar US$ 1,6 mil. "Dois pontos foram roubados de nossa equipe", emendou Ferrer, recentemente demitido. Resta saber se será ele quem pagará os US$ 1 mil de multa. "O que aconteceu foi uma vergonha. Nos roubaram a vitória", comentou Rivaldo, agora condenado a desembolsar US$ 750 supostamente de seu ordenado. Real Madrid x Barcelona é o clássico de maior rivalidade na Espanha. Naquela ocasião - 3 de março -, a vitória deixaria o Barça na briga pelo título. Com o empate, o Real manteve 9 pontos de vantagem sobre os demais perseguidores, incluindo Deportivo La Coruña e Valencia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.