Martin Meissner/AP
Martin Meissner/AP

Barcelona empata com Stuttgart e fica em vantagem

Brasileiro Cacau balança as redes, mas time alemão não consegue segurar vantagem; volta é em 17 de março

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 19h06

Depois de marcar quatro gols no final de semana, o brasileiro naturalizado alemão Cacau voltou a se destacar nesta terça-feira pelo Stuttgart. Mas não foi suficiente. O Barcelona conseguiu segurar o empate por 1 a 1, fora de casa, e ficou mais próximo de uma vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões.    

 

Veja também:

tabela LIGA DOS CAMPEÕES - Resultados e calendário

forum BLOG DA LIGA - Tudo sobre os confrontos

O confronto da volta das oitavas ocorre agora em 17 de março, no Camp Nou. Jogando em casa, o Barcelona garante a classificação com a vitória ou um simples 0 a 0. Já o time alemão avança com um empate de ao menos 2 a 2. Se o placar se repetir, o confronto será definido na prorrogação.

Recuperado de contusão, Xavi iniciou a partida como titular. Mas a presença do meio-campista não inspirou o Barcelona, que começou lento e sem criatividade. Mesmo mantendo a posse de bola, a equipe catalã pouco produzia.

Aos poucos, o Stuttgart foi se soltando. E chegava ao ataque utilizando as laterais, sobretudo com Celozzi e Molinaro. E foi pelos lados que o gol saiu aos 24 minutos: Pogrebnyak cruzou do lado direito e Cacau marcou de cabeça.

O gol não mudou o panorama da partida. Os alemães seguiram pressionando pelos cantos e davam trabalho para a defesa adversária. Em mais uma boa jogada de Cacau, que avançou em velocidade e bateu com perigo, obrigando Valdés a fazer grande defesa, o Stuttgart quase ampliou oito minutos depois.

Mas na volta do intervalo, o Barcelona cresceu. E precisou de apenas seis minutos para empatar com Ibrahimovic, que aproveitou rebote de seu próprio chute e completou para as redes.

Com o empate, o confronto diminuiu de ritmo. O Stuttgart ainda tentou pressionar e manteve o controle do jogo, mas não criava com eficiência. Satisfeito com o empate, os espanhóis apenas seguraram o empate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.