Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Barcelona goleia Málaga e bate recorde na Espanha

Com a vitória por 4 a 1, time catalão atinge e melhor campanha da historia do campeonato

AE, Agência Estado

16 de janeiro de 2011 | 20h14

O Barcelona aproveitou o empate do Real Madrid com Almería por 1 a 1 para abrir quatro pontos de vantagem na liderança do Campeonato Espanhol. Neste domingo, a equipe catalã se impôs em casa e derrotou o Málaga por 4 a 1, com mais uma boa atuação, em partida válida pela 19ª rodada, disputada no Camp Nou. Assim, chegou aos 52 pontos e faturou o título simbólico do primeiro turno. Já o Málaga está na 16ª posição, com 17 pontos.

Veja também:

link Real Madrid só empata com lanterna

A vitória deste domingo foi especial para o Barcelona, que terminou o primeiro turno do Campeonato Espanhol com a melhor campanha de todos os tempos, com 52 pontos, 17 vitórias, 61 gols marcados e 11 sofridos. Os dois únicos tropeços foram em casa, com uma derrota por 2 a 0 para o Hércules e um empate por 1 a 1 com o Mallorca.

A partida deste domingo marcou a estreia do brasileiro Julio Baptista no Málaga, que foi completamente dominado pelo Barcelona no primeiro tempo. E o primeiro gol saiu logo aos sete minutos, marcado por Iniesta, em chute colocado da entrada da área após passe do lateral-direito brasileiro Daniel Alves.

O Barcelona seguiu no ataque, acertou a trave do Málaga com Xavi e fez 2 a 0 aos 17 minutos, em jogada que envolveu Busquets, Xavi, Messi e Villa, que chutou cruzado para marcar. O terceiro gol saiu aos 35 minutos. Messi passou para Iniesta, que finalizou. Ansejo espalmou, Pedro pegou o rebote e chutou: 3 a 0.

O Málaga diminuiu no segundo tempo, aos 22 minutos, com gol feito por Duda em cobrança de falta. Mas o Barcelona definiu a sua vitória pouco depois. Aos 28 minutos, Xavi passou para Villa, que driblou o goleiro adversário e empurrou a bola para as redes, fazendo o seu segundo gol em mais uma goleada do líder do Campeonato Espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.