Toni Albir/EFE
Toni Albir/EFE

Barcelona leva susto em casa, mas derrota lanterna de virada

Equipe catalã bate Almería por 3 a 1 e mantém diferença de oito pontos em relação ao Real

AE, Agência Estado

09 de abril de 2011 | 17h22

BARCELONA - Jogando em casa, diante do lanterna do campeonato, o líder Barcelona levou um susto neste sábado. Saiu atrás no placar, no início do segundo tempo, mas reagiu e venceu o Almería por 3 a 1, com dois gols de Lionel Messi e um do jovem brasileiro Thiago Alcântara, filho do ex-jogador Mazinho, da seleção brasileira campeã mundial em 1994.

A vitória no Camp Nou manteve a boa vantagem de oito pontos na liderança disparada do Espanhol. O time catalão soma 84, contra 76 do Real Madrid, que derrotou o Athletic Bilbao por 3 a 0, com dois gols de Kaká, mais cedo.

Os dois rivais farão um confronto direto na próxima rodada do Espanhol, no sábado. Será o primeiro de uma possível série de quatro jogos seguidos. No dia 20, quarta-feira, Barcelona e Real disputarão a final da Copa do Rei. E, se confirmarem o favoritismo na Liga dos Campeões, farão uma das semifinais, decididas em duas partidas.

Empurrado pela torcida, o Barcelona dominou o jogo desde o início neste sábado. Mesmo com um time misto, sufocou o lanterna na defesa e praticamente não deu chances no primeiro tempo. O gol, contudo, não saiu.

A bola só entrou no início do segundo tempo, surpreendentemente, nas redes do goleiro reserva Pinto. Em rápido contra-ataque, o Almería aproveitou uma brecha na esquerda do Barcelona e abriu o placar, com Corona, logo aos 5 minutos.

O gol acordou o Barcelona, que não perdeu tempo e empatou três minutos depois. Messi converteu cobrança de pênalti sofrido por David Villa. A virada veio aos 19, com gol de Thiago Alcântara. O brasileiro, que começou como titular, escorou de cabeça, após escanteio de Messi.

Nos acréscimos, o argentino marcou seu segundo gol na partida, contando com vacilo da defesa, e alcançou a artilharia isolada do campeonato, com 29 gols. Ele superou Cristiano Ronaldo, que soma 28, após marcar na vitória sobre o Bilbao.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.