Barcelona: meta é ser o 2º do mundo

Os dirigentes do Barcelona, a paixão catalã do futebol espanhol, têm várias metas para seu time em 2005. A principal delas é transformar o clube no segundo maior time de futebol do planeta em arrecadação, perdendo apenas para o Manchester United da Inglaterra, que atualmente tem uma receita de aproximadamente ? 250 milhões. A diferença é que os ingleses de Manchester contam com a ajuda de ações na Bolsa de Londres e com uma das mais desenvolvidas estruturas de vendas de direitos sobre mercadorias de clube do mundo. ?A vontade do Barcelona é continuar sendo um clube de sócios?, revelou em São Paulo um dos vice-presidentes econômicos da equipe catalã, Ferran Soriano, que veio ao Brasil para lançar uma parceira do clube com a Vivo, empresa de celulares. Soriano esteve no País com o do vice-presidente social Alfons Godall e apresentou estratégias para o futuro do clube catalão. O Barça é uma sociedade esportiva, cujos donos são seus mais de 127 mil sócios. Esta ?agremiação? tem equipes de basquete, handebol, hóquei sobre patins, rúgbi, beisebol, vôlei e ciclismo, além, é claro, do futebol. Todas elas participam do Campeonato Europeu da modalidade, além do espanhol.A previsão de Soriano para o aumento de receita do clube, que fecha este ano em ? 170 milhões, está baseada na melhora do desempenho do clube em competições internas e externas, num maior aproveitamento de marketing e, principalmente, no crescimento do número de associados, que neste ano chegou a 20 mil novos sócios. Isso faz do Barça o clube com o maior número de associados do mundo. Soriano acredita que o clube pode aumentar cada vez mais sua receita, que em 2004 subiu em 37%, com uma boa administração e propostas definidas de investimento. Uma destas propostas é a expansão da torcida mundial da equipe catalã, que tem 42,2% de seus torcedores fora da Espanha. Em relação ao Bayern de Munique, outro grande clube europeu entre os dez maiores do mundo, o Barça tem muita torcida no exterior. Segundo a Sportfive, empresa de marketing e estudos esportivos, apenas 18% declaram que torcem para o time bávaro fora da Alemanha. CAMISA - Os números do Barça não deixam dúvida: o clube cresce a cada ano, apesar dos prejuízos adquiridos no balanço de 2002, perto de ? 1,5 milhão. Desde que a nova diretoria assumiu em meados de 2003, o clube apresentou ? 7 milhões de lucro na temporada 2003/04. A previsão para 2004/05 é de uma receita total de ? 200 milhões, com despesas de ? 184 milhões. O lucro deve bater na casa dos ? 16 milhões. Para 2005/06, o clube quer chegar aos ? 250 milhões, a mesma arrecadação do Manchester neste ano. Com esta projeção, em 2006 o clube atingiria uma cifra que o deixaria na segunda posição, acima de Real Madrid e Juventus, de Turim, hoje na sua frente.A receita total vêm de três fontes. A primeira é a venda de ingressos, de produtos e serviços em seu estádio, o fabuloso Camp Nou, que representa 40% do total, cerca de ? 70 milhões. A segunda vem da televisão, também 40%. A última chega do marketing. que possui um site, uma TV, além da revista oficial, que levam a renda a 30% do total da receita.Além desta projeção otimista, que também exige um bom desempenho do clube nas competições internacionais e nacionais, o Barcelona guarda um trunfo na manga: a direção recebeu sinal verde da assembléia do clube, em agosto de 2003, para estampar qualquer publicidade na sua camisa. E já recebeu uma proposta. A casa de apostas Bet and win ofereceu ? 14 milhões por cada ano que estampar seu logo no uniforme catalão. Mais ? 3 milhões serão acrescentados a este valor se o clube fizer uma boa campanha nos torneios que disputar. ?Não temos data para aceitar esta oferta?, revela Soriano. ?Já esperamos 104 anos, podemos esperar mais alguns anos?, concluiu o dirigente.Soriano critica a invasão de americanos e tailandeses no futebol inglês, além dos russos no Brasil e na Grã-Bretanha e atesta categoricamente: ?Vamos manter o investimento em jogadores. Gastamos ? 50 milhões na última temporada, bem mais do que a média européia?, afirmou. ?E vamos continuar crescendo como um clube de sócios.? A história prova que a fórmula catalã é uma receita de sucesso garantida. Ainda mais com o melhor jogador do mundo, Ronaldinho Gaúcho, atuando para a alegria da terra de Gaudí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.