Divulgação
Divulgação

Barcelona oficializa zagueiro francês e multa de 60 milhões de euros

Samuel Umtiti atuou por sua seleção na Eurocopa e se destacou na final

Estadão Conteúdo

12 de julho de 2016 | 10h42

O Barcelona oficializou nesta terça-feira a contratação do zagueiro camaronês naturalizado francês Samuel Umtiti, cuja chegada ao clube já havia sido adiantada no final do mês passado pelo presidente Josep Maria Bartomeu. Assim como o dirigente antecipou, o Barça desembolsou 25 milhões de euros para tirar o jogador do Lyon, clube que ele vinha defendendo na França até a temporada passada.

O jogador de 22 anos atuou pela seleção francesa nesta edição da Eurocopa, na qual o time nacional foi derrotado em casa por Portugal na final, no último domingo, e se apresentará ao clube espanhol na próxima sexta-feira para assinar um contrato de cinco temporadas, cuja cláusula de rescisão foi fixada em 60 milhões de euros, valor confirmado apenas nesta terça.

Com 30 partidas disputadas na edição passada do Campeonato Francês, Umtiti ajudou o clube a conquistar o vice-campeonato nacional, ficando atrás apenas do dominante Paris Saint-Germain, campeão com várias rodadas de antecipação.

Agora no Barcelona, o defensor francês havia se tornado, no dia 30 do mês passado, o primeiro reforço garantido pelo clube para a próxima temporada. Ele chegará para fazer parte de um elenco que hoje conta com o espanhol Gerard Piqué e o argentino Javier Mascherano como titulares indiscutíveis. Os dois jogadores, porém, são veteranos e começam a naturalmente sofrer mais na parte física e com as lesões, fato que poderá abrir espaço para Umtiti pavimentar seu caminho rumo ao time titular.

Na semana passada, o Barcelona apresentou o meia-atacante Denis Suárez como novo reforço. O jogador de 22 anos está de volta ao clube catalão após passagens pelo Sevilla, por empréstimo, e Villarreal, clube que defendeu após ser contratado na última temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.