Barcelona perde para Valencia e pode ceder liderança ao Real Madrid

Barcelona perde para Valencia e pode ceder liderança ao Real Madrid

Catalães sofrem nova derrota fora de casa e ficam com primeiro lugar do Espanhol sob risco

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2020 | 14h36

Líder do Campeonato Espanhol, o Barcelona era o favorito para o confronto fora de casa diante do Valencia neste sábado, mas os donos da casa fizeram valer o mando de campo e venceram por 2 a 0 em jogo válido pela 21ª rodada da competição.

Os autores dos gols da vitória mandante foram Jordi Alba (contra) e o atacante uruguaio Maxi Gómez. Os dois tentos saíram no segundo tempo da emocionante partida no Estádio Mestalla.

Com o resultado, o Barcelona se mantém na ponta da tabela, mas estaciona nos 43 pontos, mesma soma do Real Madrid. Porém, o time madrilenho entra em campo neste domingo contra o Valladolid, fora de casa, às 17h, e pode assumir a ponta.

Já o Valencia vai aos 34 pontos e sobe para a quinta posição do campeonato, posto que rende acesso à Liga Europa, segunda competição continental mais importante da Europa.

No jogo deste sábado, o volante Arthur retornou ao time titular do Barça. Já o time da casa contou com o zagueiro Gabriel Paulista, que teve gol anulado. O atacante Rodrigo Moreno, brasileiro naturalizado espanhol, que é cobiçado pelos catalães, entrou no segundo tempo.

Apesar da vitória contundente contra a equipe catalã, o Valencia começou a partida desperdiçando uma grande chance. Aos 11 minutos da etapa inaugural, Gómez teve pênalti defendido pelo goleiro alemão Marc-André ter Stegen. No decorrer da primeira etapa, os dois times criaram chances e o confronto seguiu movimentado. Após o intervalo, porém, os donos da casa voltaram melhores e conseguiram abrir o placar logo de cara.

Aos três minutos da metade complementar, o lateral-esquerdo espanhol Jordi Alba desviou chute de Gómez e a bola entrou. Gol contra do jogador do Barça, já que o remate não ia em direção ao gol.

Com a inferioridade no placar, os visitantes foram para cima, mas não conseguiram empatar o jogo. E quem não fez, leva: aos 32, Gómez finalmente foi recompensado e ampliou após receber bem posicionado e bater de primeira. Após três minutos do 2 a 0, o Valencia ainda marcou o terceiro, mas não valeu. Em cobrança de escanteio, Gabriel Paulista deu um lindo sem pulo e balançou a rede, mas o árbitro assinalou falta do brasileiro na origem do lance.

Na parte final do confronto, o Barcelona foi para cima em busca da reação, mas a defesa mandante soube se defender e garantiu o triunfo por 2 a 0 em frente à sua torcida.

RACISMO - Em outro jogo da 21ª rodada neste sábado, Espanyol e Athletic Bilbao se enfrentaram em Barcelona e empataram em 1 a 1. O destaque negativo ficou por conta das ofensas racistas ao atacante Iñaki Williams.

O atacante do time visitante fez a denúncia após a partida. O episódio ocorreu no segundo tempo, quando ele foi substituído por Raúl Garcia, também espanhol.

"Estou triste por causa do empate e também porque sofri insultos racistas. É algo que ninguém quer escutar e que está totalmente fora de lugar. As pessoas têm que vir para se divertir e apoiar o time. É um esporte de amizade, de equipes... Foi triste, porque esse tipo de coisa não deve acontecer", disse Williams aos canais oficiais do Athletic.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.