Ricardo Saibn/Divulgação
Ricardo Saibn/Divulgação

Barcelona planeja temporada com Neymar

Para convencer craque a deixar o Santos, clube está disposto a oferecer dinheiro ao jogador

Luís Augusto Monaco, O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2013 | 08h06

SÃO PAULO - O Barcelona planeja a próxima temporada com Neymar no elenco e, para convencer o craque a antecipar sua chegada em um ano (o acordo fechado em novembro de 2011 é para que ele vá depois da Copa do Mundo), está disposto a lhe dar um bom dinheiro. Seria uma maneira de compensá-lo por ficar com apenas 10% da transação - parte que lhe caberá se deixar o Santos antes do término de seu contrato.

A intenção do Barça de contar com Neymar na próxima janela de transferências foi ratificada ontem numa reunião da qual participaram o vice-presidente Josep Bartomeu, o diretor esportivo Andoni Zubizarreta, o técnico Tito Vilanova e o auxiliar Jordi Roura. A chegada do santista é considerada primordial para revigorar uma equipe que começa a dar sinais de esgotamento e que não se impõe mais contra grandes adversários com a facilidade de antes. O atacante escolhido para ser negociado e com isso abrir espaço para Neymar no elenco é David Villa, cuja venda pode render algo em torno de 20 milhões de euros (R$ 52,4 milhões) para o clube.

O valor que será oferecido a Neymar para que ele dê o sinal verde que o Barça espera para conversar com o Santos e fechar o negócio não está definido. Se o martelo for batido pelos 40 milhões de euros (R$ 104,5 milhões) que o clube espanhol espera desembolsar - aproximadamente 30% a menos do que a proposta de 60 milhões de euros (R$ 157,2 milhões pelo câmbio de ontem) que o clube da Vila Belmiro aceitou em 2011 e depois voltou atrás, recusando-a - , o craque terá direito a 10% disso, o que representa R$ 10,5 milhões. Nesse caso o Santos receberia R$ 47,2 milhões (45%), a DIS ficaria com R$ 42 milhões (40%) e a Teisa faturaria R$ 5,25 milhões.

Se Neymar sair só ao final do seu vínculo, no meio do ano que vem, será o único a ser pago (se bem que por contrato o Santos terá de indenizar a DIS em R$ 10 milhões se o jogador for embora de graça). De acordo com fontes espanholas, o Barça fechou acordo para lhe entregar 30 milhões de euros (R$ 78,6 milhões). Foi esse acerto que levou o atacante a não assinar com o Real Madrid depois de ter feito exames sob a supervisão do médico do clube e a ficar no Santos (com o contrato reduzido em um ano).

Além do "bônus" que levaria para antecipar sua ida, Neymar passaria a ser dono de 100% dos valores de seus contratos de publicidade - no Santos ele fica com 90% e cede 10% para o clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.