Maxim Shemetov/Reuters
Maxim Shemetov/Reuters

Barcelona prevê dificuldades no frio de Moscou

Meteorologistas preveem temperaturas abaixo de zero durante jogo contra o Spartak, pela Liga dos Campeões

AE, Agência Estado

19 de novembro de 2012 | 15h05

MOSCOU - O Barcelona pode selar a sua classificação para a fase de mata-mata da Liga dos Campeões se vencer o Spartak, em Moscou, nesta terça-feira. Apesar de o time russo ser o lanterna do Grupo G, ninguém no clube catalão espera facilidades. Pesa o exemplo do último jogo do Barça na competição, com uma surpreendente derrota para o Celtic, na Escócia, e também a previsão de temperaturas negativas durante o jogo na capital da Rússia.

Por conta das dificuldades, o Barcelona viajou completo para Moscou. Tito Vilanova reafirma o respeito ao time russo. "Está sendo um grupo duro e difícil, nenhuma partida foi fácil. Não havia equipes de renome, mas temos um grande respeito ao Spartak, sabemos o perigo que têm. Será uma partida realmente difícil como já nos mostraram no Camp Nou", comentou o treinador.

Vilanova quer a vitória para selar a classificação, mas lembra que depois a equipe terá outra chance, na última rodada, em casa, diante do Benfica. "Amanhã (terça) tentaremos ganhar para avançar. Mas vale lembrar que ainda nos restará uma partida em casa", destacou.

Fàbregas também falou nesta segunda-feira em Moscou e destacou as dificuldades de passar pelo Spartak na casa do adversário. "Na Rússia sempre é difícil ganhar. Será uma partida muito difícil", disse ele.

O meia negou que o frio atrapalhe, mas lembrou da adversidade em atuar em gramado sintético. "A climatologia não será um problema. Já jogamos com frio e calor. Contra o Alavés, por exemplo, fez muito frio. A grama artificial é uma superfície diferente, mas faremos um treinamento no estádio e veremos como fica a bola, corre mais ou menos", afirmou. "Mas não tem desculpas", reforçou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBarcelonaLiga dos Campeões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.