FRANCK FIFE / AFP
FRANCK FIFE / AFP

Barcelona reduz salário de Umtiti para inscrever Ferrán Torres e respeitar fair play financeiro

Equipe catalã ajusta recebimentos do zagueiro francês para se adequar às regras da Liga Espanhola

Redação, Estadão Conteúdo

10 de janeiro de 2022 | 10h06

O Barcelona já pode inscrever o jovem atacante Ferrán Torres no Campeonato Espanhol. O clube conseguiu se adequar ao fair play financeiro com uma bela ajuda do zagueiro francês Samuel Umtiti. O defensor aceitou reduzir seus salários em renovação contratual até julho de 2026.

O Barcelona estava no limite do teto do Fair Play imposto pela Liga Espanhola e, mesmo negociando o brasileiro Philippe Coutinho ao Aston Villa, da Inglaterra, ainda não conseguia adequar Ferrán Torres nas cifras impostas no futebol do país.

Com pressa e sem perspectivas de negociar outros nomes de imediato, o clube buscou saídas para reduzir vencimento dos jogadores. Com mais 18 meses de contrato, Umtiti aceitou abrir mão de uma parte destes valores para ficar mais três anos no clube catalão. Seu contrato ia até junho de 2023.

"Barcelona e Samuel Umtiti chegaram a um acordo para prorrogar o contrato até 30 de junho de 2026. O defensor francês está reduzindo uma parte do salário que deveria receber no ano e meio restante de seu contrato", anunciou o clube, antes de agradecer a atitude do jogador.

"O FC Barcelona deseja expressar publicamente a sua gratidão a Samuel Umtiti pela sua disponibilidade e carinho que demonstrou para com o clube. Através desta extensão de contrato, o Barcelona poderá aumentar sua cota de fair play financeiro e, assim, registrar Ferrán Torres na Liga Espanhola de Futebol Profissional."

O técnico Xavi pressiona a diretoria para ter Ferrán o mais breve possível para o clube ter tempo de se reerguer e buscar vaga na Liga dos Campeões. Atualmente, a equipe está fechando a zona de classificação à Liga Europa, apenas um ponto a mais que o Rayo Vallecano, mas somente um de distância do Atlético de Madrid, que fecha o G4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.