Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Barcelona sofre, mas supera o Villarreal com gols de Neymar e Messi

Pelo Campeonato Espanhol, Barça toma sustos, com o adversário a frente do placar duas vezes, mas continua na cola do Real Madrid

Estadão Conteúdo

01 de fevereiro de 2015 | 20h46

O Barcelona sofreu bastante, mas venceu o Villarreal por 3 a 2, no Camp Nou, no último jogo disputado neste domingo pelo Campeonato Espanhol. Com gols de Neymar, Rafinha e Messi, o time catalão assim chegou aos 50 pontos na vice-liderança e manteve sua perseguição ao líder isolado Real Madrid, que tem um jogo a menos na competição e já possui 51 pontos.

O Villarreal, que chegou a estar à frente do placar por duas vezes, estacionou na sexta posição, com 38 pontos, depois de ter sido vítima de uma virada relâmpago da equipe comandada por Luis Enrique no segundo tempo. A derrota também encerrou uma invencibilidade de 18 partidas da equipe amarela.

Antes de sofrer esta virada, o Villarreal abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo. Após uma bola afastada apenas de forma parcial por Mascherano, Mario pegou o rebote e arriscou o chute da entrada da área. A finalização saiu torta, mas o russo Cheryshev estava no caminho e desviou à esquerda do goleiro Bravo.

No finalzinho do primeiro tempo, aos 45 minutos, o Barça alcançou o empate após Rafinha finalizar do lado direito da grande área, o goleiro dar rebote após boa defesa e Neymar tocar de primeira para as redes. Foi o 15º gol do brasileiro no Espanhol, sendo o 22º ao total em 26 partidas nesta temporada europeia.

No segundo tempo, o Barça voltou a se complicar aos 6 minutos. Piqué perdeu a bola para Giovanni dos Santos no meio-campo e o mexicano disparou em velocidade, driblou o próprio Piqué, que voltava desesperado após sua falha, e tocou no meio para Luciano Vietto desempatar.

Dois minutos depois, porém, o Barça já empatou de novo. Em rápida troca de passes pela esquerda iniciada por Neymar, Iniesta tocou para Suárez, que dividiu com o goleiro. Na sobra, Messi cabeceou, a zaga abafou e Rafinha fuzilou no rebote. E, já aos 10 minutos, o mesmo Messi fez um golaço para decidir a partida. Após receber passe da esquerda, Suárez rolou para Messi receber na meia-lua e acertar o ângulo direito do goleiro adversário.

Agora Messi acumula 32 gols em 30 jogos nesta temporada, sendo que 22 deles foram no Campeonato Espanhol, cujo artilheiro isolado é Cristiano Ronaldo, com 28 bolas na rede.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.