Alejandro Garcia/EFE
Alejandro Garcia/EFE

Barcelona tem recurso negado e RFEF mantém suspensão a Suárez

Uruguaio foi punido por dois jogos por ofender atletas do Espanyol

Estadão Conteúdo

12 de janeiro de 2016 | 17h37

O Comitê de Apelação da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) rejeitou nesta terça-feira a apelação do Barcelona contra a suspensão de Luis Suárez. O clube catalão entrou com recurso junto ao órgão, mas não conseguiu reverter o gancho de duas partidas aplicado depois dos insultos do uruguaio a jogadores do Espanyol após a goleada por 4 a 1 do Barça sobre o rival, pela Copa do Rei.

Na última sexta, o juizado de competição da RFEF decidiu aplicar a punição em Suárez. Seguindo a súmula da partida, o órgão entendeu que o atacante causou uma confusão no túnel do estádio Camp Nou após o término da partida, ao insultar e provocar os atletas do rival.

"Ao finalizar o encontro e uma vez no túnel de vestiários, o camisa 9 do Barcelona, Luis Alberto Suárez Díaz, enquanto todos os jogadores do Espanyol subiam as escadas do túnel, os esperou e se dirigiu a eles repetindo em várias ocasiões o seguinte: ''Aqui estou os esperando, venham aqui vocês, são um lixo''", dizia a súmula do árbitro Juan Martínez Munuera.

Os jogadores do Barcelona e o técnico Luis Enrique deixaram o gramado do Camp Nou na última quarta-feira reclamando bastante da violência dos atletas do Espanyol. No entanto, ainda assim o clube catalão negou que Suárez tenha proferido as palavras indicadas na súmula, e por isso entrou com o recurso.

"O jogador Luis Suárez Díaz não disse o que está relatado na súmula. Consideramos verossímil que o árbitro tenha atribuído ao dito jogador as frases por engano, no lugar do autêntico autor, ou mais, não tenha escutado corretamente os dizeres proferidos", argumentou o clube.

Mas não foi suficiente, e nesta terça o Comitê de Apelação decidiu "desconsiderar o recurso formulado pelo Barcelona, confirmando o acordo impugnado". "Contra a presente resolução, cabe (ao Barcelona) enviar recurso ao Tribunal Administrativo do Esporte no prazo de 15 dias úteis, a contar a partir do seguinte dia ao que recebe a notificação", explicou o órgão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.