Reuters 
Reuters 

Barcelona testa sua força contra o Paris Saint-Germain

Em Paris, time espanhol joga as fichas em Messi e Neymar para superar o rival francês, que não terá Ibrahimovic

O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2014 | 07h00

O Barcelona de Luis Enrique, que já está sendo comparado ao time que assombrou o mundo sob o comando de Pep Guardiola, terá hoje o seu primeiro grande teste. É verdade que o Paris Saint-Germain não contará com seu maior astro, Zlatan Ibrahimovic, mas ainda assim possui um elenco suficientemente forte para criar problemas para o Barça. Além disso, a partida, válida pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, será na França.

A equipe espanhola vive uma situação inusitada porque, pela primeira vez em muitos anos, Lionel Messi não é o seu artilheiro. Ele tem cinco gols na temporada, um a menos do que Neymar. Em compensação, o argentino deu nove assistências, a maioria para o brasileiro. Segundo Luis Enrique, isso prova que Messi é muito mais do que um grande artilheiro.

"É um jogador notável em todos os níveis porque pode marcar e dar assistências", disse o treinador. "Além disso, ele se empenha muito e também é o número um do mundo na hora de voltar para defender. As pessoas reparam pouco nesse aspecto, mas ele também é muito bom nisso."

Luis Enrique, obviamente, está satisfeito com o rendimento da dupla Messi/Neymar, mas o treinador prefere evitar o excesso de badalação em torno dos craques. "Eles se entendem bem, mas o importante é que o time todo se entenda, e não apenas dois jogadores."

A ausência de Ibrahimovic, que está machucado, não enfraquece o PSG, segundo Luis Enrique. Mas o time francês não vive uma boa fase, já que empatou seis dos nove jogos que disputou na temporada. O técnico Laurent Blanc deverá escalar Lucas e Cavani no ataque. "Vamos jogar em casa, então não quero ver nossos 11 jogadores lá atrás", disse Blanc.

De volta. O português José Mourinho voltará a seu país para comandar o Chelsea na partida contra o Sporting, em Lisboa. Enquanto isso, o Bayern de Munique visitará o CSKA Moscou e o Manchester City receberá a Roma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.