Javier Etxezarreta/EFE
Javier Etxezarreta/EFE

Barcelona tropeça e perde chance de passar Real Madrid no topo

Após a derrota do rival para o Valencia, time de Messi poderia ficar na liderança do Espanhol, mas deixa oportunidade passar

Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 20h09

O Barcelona começou mal o ano de 2015. Neste domingo, foi derrotado pela Real Sociedad por 1 a 0, no estádio Anoeta, em San Sebastián, na região do País Basco, e desperdiçou a chance de ultrapassar o rival Real Madrid e assumir a liderança do Campeonato Espanhol. Mais cedo, pela 17.ª rodada, o time da capital havia sido batido pelo Valencia por 2 a 1, também como visitante.

Com 38 pontos, o Barcelona segue na segunda colocação, agora com a companhia do Atlético de Madrid, o grande vencedor da rodada - no último sábado, derrotou o Levante em casa por 3 a 1. O Real Madrid tem 39 pontos e ainda conta com um jogo a menos que os rivais - por causa da participação no Mundial de Clubes da Fifa, no final de dezembro, no Marrocos, o duelo contra o Sevilla foi adiado para 4 de fevereiro.

Já a Real Sociedad parece estar saindo do buraco em que se meteu com o mau início de competição. Com a chegada do técnico escocês David Moyes, ex-Everton e Manchester United, já com a temporada em andamento, o time se reencontrou e está subindo na tabela de classificação. Já deixou a zona de rebaixamento para trás e agora ocupa a 13.ª colocação, com 18 pontos.

Por terem se reapresentado mais tarde - na última sexta-feira - da folga das festas de fim de ano, o argentino Messi e o brasileiro Neymar começaram a partida no banco de reservas, mas com a derrota parcial foram chamados para resolver no segundo tempo. Com pouca inspiração, a dupla, aliada ao centroavante uruguaio Luis Suárez, não foi capaz de furar o bloqueio defensivo do time da casa, que saiu na frente com um gol contra do lateral-esquerdo Jordi Alba logo no começo do jogo, aos dois minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.