Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Barcos é regularizado e já pode estrear pelo Cruzeiro diante do América-MG

Time celeste enfrenta o rival mineiro nesta quinta-feira, às 19h30, no Mineirão

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2018 | 18h14

Recém-chegado ao Cruzeiro, o argentino Hernán Barcos pode fazer a sua estreia pelo novo time já nesta quinta-feira, às 19h30, no clássico diante do América-MG, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O centroavante foi regularizado na CBF nesta quarta e está entre os relacionados para o duelo.

+ Campeonato Brasileiro volta na 'ressaca' da Copa do Mundo

+ Barcos faz quatro gols em 1º treino com bola no Cruzeiro

A publicação no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF ocorreu às 14h12 (de Brasília) desta quarta-feira. O clube confirmou nas suas redes sociais que Hernán Barcos está apto para jogar e informou que o argentino está na lista dos atletas relacionados para a partida.

Resta saber se o "Pirata" será escalado pelo técnico Mano Menezes. A tendência é de que fique entre os suplentes - Rafael Sóbis deve ser o titular no comando de ataque. O jovem Raniel corre por fora pela vaga no ataque.

Hernán Barcos teve a sua contratação oficializada pelo Cruzeiro na semana passada e foi recebido com festa pela torcida em sua chegada a Belo Horizonte na última sexta-feira. O argentino apareceu para a torcida no estádio do Mineirão antes do empate por 1 a 1 contra o Atlético Paranaense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e posou para fotos com alguns torcedores.

No primeiro treino aberto à imprensa do qual participou, Hernán Barcos marcou quatro gols e ampliou ainda mais a expectativa da torcida pela estreia dele. O jogador, que tem passagens por Palmeiras e Grêmio no futebol brasileiro e estava na LDU, do Equador, chega para suprir as ausências de Fred e Sassá, que se recuperam de cirurgia nos joelhos e têm previsão de volta para outubro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.