Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Barcos lamenta que gols não se transformem em vitórias no Palmeiras

O argentino trocaria sua boa fase por uma melhora do time alviverde, que sofre no Campeonato Brasileiro

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

20 de agosto de 2012 | 19h34

SÃO PAULO - O atacante Barcos tem feito a sua parte no Palmeiras. Mas de nada adianta ele colocar a bola no fundo das redes sozinho. Autor dos últimos sete gols do time, o argentino trocaria sua boa fase por uma melhora do time alviverde, que sofre no Campeonato Brasileiro e está ameaçado de rebaixamento: aparece na 16ª colocação, com 16 pontos.

"O ideal é eu fazer os gols e o Palmeiras vencer", disse. "Não adianta nada eu ser artilheiro e o time não chegar a nenhum objetivo. Na Copa do Brasil não fiz tantos gols e fomos campeões", comparou.

A derrota para o Atlético-GO no domingo, por 2 a 1, em Goiânia, deixou o time numa situação complicada. Mas, além da longa lista de desfalques, ninguém no elenco consegue achar uma explicação plausível para mais um tropeço na competição.

"Perdemos a partida por detalhes", falou Barcos. "Faltou o que está faltando sempre: ter mais atenção nos pequenos detalhes", acrescentou Valdivia. "Não estamos conseguindo segurar o ritmo. Mas vamos continuar trabalhando porque nosso time não é pra estar nessa posição", disse o chileno.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.