Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Barrios diz que pode ser poupado e pede apoio da torcida do Palmeiras

Atacante defende companheiros após derrota para a Ponte Preta

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2015 | 19h26

O atacante Lucas Barrios retornou ao elenco do Palmeiras após defender a seleção paraguaia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo, mas ainda não tem presença confirmada na partida contra o Avaí, sábado, na Ressacada. O jogador terá uma conversa com o técnico Marcelo Oliveira para definir se volta ao time.

Antes do treino desta quinta-feira, Barrios teve uma conversa com o treinador no gramado. “Ele me perguntou como eu estava após o jogo com o Argentina. Cheguei meio-dia ao Brasil e era melhor que eu não fosse para a partida (contra a Ponte) e descansasse. Às vezes as coisas não saem como queremos e temos de conviver com o momento. A equipe seguirá e estou à disposição para jogar contra o Avaí, ou para ficar aqui para enfrentar o Fluminense”, disse o atacante.

Embora não tenha atuado diante da Ponte Preta, o paraguaio fez questão de defender os companheiros das críticas e afirmar que a pressão é algo que os jogadores do Palmeiras precisam se acostumar a conviver.

“Quem joga no Palmeiras tem que saber que tem emoções em todo o momento. Tem jogo de domingo e quarta, não dá tempo nem para desfrutar um gol. Futebol existe muita emoção e tem de ser forte. Em um time grande, é preciso personalidade e ser forte”, analisou.


Barrios aproveitou para pedir paciência aos torcedores, que tanto criticaram os jogadores ao final da partida. “Já joguei aqui mais de dez jogos e time grande tem de conviver com isso (a pressão). Com o resultado bom, todos vão falar bem, e com resultados ruins, acontecerá isto. Jogador está exposto às críticas. Espero que o torcedor do Palmeiras entenda que queremos ganhar todos os jogos. Às vezes não conseguimos”, comentou.

O elenco do Palmeiras se reapresentou na tarde desta quinta-feira. Os titulares ficaram na academia, fazendo recuperação física enquanto os reservas foram para o gramado. O único titular da partida contra a Ponte que foi para o gramado é o volante Andrei Girotto, substituído aos 35 minutos da partida.

Barrios correu em torno do gramado, enquanto Robinho continuou a fazer fortalecimento muscular e a expectativa é que ele consiga jogar contra o Avaí ou diante do Fluminense, quarta-feira. Cleiton Xavier, Arouca, Gabriel e Fellype Gabriel continuam se recuperando de problemas musculares, sem previsão de retornar aos gramados.

Na sexta-feira, o Palmeiras fará o último treinamento antes da partida contra o Avaí, às 9h, sem a presença da imprensa. Antes, às 8h30, o técnico Marcelo Oliveira dará entrevista coletiva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.