Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Barrios projeta Santos pressionado com arena lotada em decisão

Atacante do Palmeiras aposta na força da torcida

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2015 | 18h28

O estádio Allianz Parque deve receber 40 mil torcedores na partida entre Palmeiras e Santos, nesta quarta-feira, pela decisão da Copa do Brasil. O atacante paraguaio Lucas Barrios acredita que o grande público poderá ser uma pressão ainda maior em cima do adversário, que conseguiu levar pouco mais de 14 mil na Vila Belmiro, na última quarta, no primeiro jogo da final.

"Quantos torcedores havia na Vila? 15 mil? Imaginem com 40 mil na arena?" questionou o paraguaio, durante entrevista coletiva, nesta segunda-feira, na Academia de Futebol. Barrios acredita que a força da torcida será um reforço extra para a decisão. "Será importante a torcida apoiar até o fim. Contra o Fluminense foi muito bom e a torcida ajudou. Conseguimos o resultado cedo e depois fizemos o segundo gol, sempre com o apoio da torcida", comentou o atacante.

Barrios ainda ironizou o fato do Santos chegar para a partida como favorito. "Já vi algumas coisas de que o Santos já é campeão. Nas quartas de final, eu ouvi que o Palmeiras ficaria fora e passamos. Dizem que o Santos é o favorito, mas por que não o Palmeiras? Chegamos na final, dependemos só de nós e vamos procurar fazer a melhor partida do ano", avisou.

A declaração de que 40 mil poderá colocar ainda mais pressão sobre o Santos acaba sendo parecida com a provocação feita por Rafael Marques. Em sua página no Instagram, o atacante postou um vídeo da festa da torcida organizada Mancha Alviverde com a mensagem: "Como esperado o apoio já começou para quarta... Se meia dúzia de ''gato pingado'' é alçapão, 40 mil será o que?", postou, lembrando que a Vila Belmiro é um estádio com capacidade bem menor do que o Allianz Parque.

No primeiro jogo, o Santos venceu por 1 a 0, com gol de Gabriel, e joga pelo empate. Como na final não tem o gol qualificado fora de casa, basta uma vitória por um gol de diferença do Palmeiras por qualquer placar (1 a 0, 2 a 1, 3 a 2, etc) que a decisão vai para os pênaltis. Caso vença por dois ou mais, a equipe alviverde conquista o título.

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Lucas Barrios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.