Cesar Greco|Ag. Palmeiras
Cesar Greco|Ag. Palmeiras

Barrios vira o ‘cartucho extra’ de Cuca no ataque do Palmeiras

Treinador deve deixar paraguaio no banco contra o River Plate-URU

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2016 | 07h01

O Palmeiras sabe que precisa vencer por uma boa diferença de gols para seguir na Libertadores, mas isso não significa que o técnico Cuca armará um esquema muito ofensivo contra o River Plate-URU. Como sua defesa não passa tanta segurança e os uruguaios devem jogar fechados, o treinador vai “guardar cartuchos” para usar no decorrer da partida e o principal deles chama-se Lucas Barrios.

Assim, embora Alecsandro e Barrios estejam em boa fase, eles não devem atuar juntos diante dos uruguaios. Cuca faz mistério e não ainda não revelou o time que vai levar a campo, mas após o jogo com o Mogi Mirim, no domingo, já deu a entender que deve escolher apenas um deles para iniciar a partida.

“Não adianta querer atirar no adversário com um canhão de dois quilômetros daqui. Tem de guardar o canhão para quando você tem um alvo mais próximo e temos de analisar. Posso até fazer isso (escalar os dois juntos), mas e se precisar depois, faço o quê?”, disse o treinador palmeirense.

Na disputa entre os dois, Barrios sai perdendo no momento, já que não tem condições físicas de atuar por 90 minutos. A definição da equipe ocorre nesta quarta-feira, em treinamento que será realizado no Allianz Parque, local da partida contra os uruguaios. A atividade não poderá ser acompanhada pela imprensa.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.