Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Barroca pede postura ofensiva ao Botafogo contra o Sol de América

Após vencer por 1 a 0 no Paraguai, equipe alvinegra decide vaga às oitavas de final nesta quarta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

28 de maio de 2019 | 19h11

O técnico Eduardo Barroca pediu a seus jogadores que não se acomodem diante da vantagem que o Botafogo conquistou no primeiro jogo da Copa Sul-Americana e que sejam agressivos ofensivamente no jogo de volta da segunda fase do torneio diante do Sol de América, do Paraguai, nesta quarta-feira, às 19h15, no Engenhão.

No primeiro jogo, no Paraguai, o time carioca venceu por 1 a 0 e conquistou o direito de poder empatar nesta quarta para avançar às oitavas de final da competição. Barroca quer que seus comandados não se apoiem no resultado do primeiro jogo, mas que balancem as redes do adversário ainda na etapa inicial para ficar numa situação mais confortável.

"Precisamos entrar muito atentos. Nesse tipo de jogo é fundamental começar ativo, ligado, de forma agressiva, para trazê-lo da forma que interessa pra nós. Quem sabe trazer uma vantagem para o intervalo e ficar numa situação mais confortável, porque a gente sabe que é muito difícil ter conforto em um jogo internacional", explicou o técnico em coletiva nesta terça-feira.

A expectativa do treinador pela classificação é alta em razão do bom aproveitamento do Botafogo dentro de casa, onde só perdeu para o Palmeiras desde que Barroca chegou, e também por causa da forma como o time alvinegro tem se comportado nos últimos jogos pela Sul-Americana.

"Estou com uma alta expectativa pelo apoio da torcida. Ela joga junto, incentiva, e isso na minha opinião faz a diferença. Vai ser um fator muito importante para alcançarmos a classificação", afirmou. "O Botafogo tem se sentido muito bem jogando esse tipo de competição já de anos anteriores. A torcida gosta e tem grande expectativa por esse tipo de competição", emendou.

Tudo o que sabemos sobre:
BotafogoCopa Sul-americanafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.