Barueri faz contas para se manter na elite nacional

Na 12.ª colocação, com 41 pontos, o Barueri projeta somar mais cinco pontos para escapar de vez de qualquer ameaça de rebaixamento no Campeonato Brasileiro e brigar por uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana.

AE, Agencia Estado

22 de outubro de 2009 | 19h29

"Nosso foco principal é o Brasileirão. Temos 41 pontos e precisamos de mais cinco para nos livrarmos por completo da ameaça do rebaixamento. Após isso, pensaremos em assegurar uma vaga na Copa Sul-Americana", disse o presidente em exercício do Barueri, Marcos Antônio de Almeida.

E o atacante Otacílio Neto, que está emprestado pelo Corinthians, é a principal arma do clube na 31.ª rodada. O jogador cumpriu suspensão no empate diante do Santos e está à disposição do técnico Diego Cerri para confronto contra o Náutico, neste sábado, no Recife.

Dessa maneira, ele deve ficar com a vaga de Val Baiano e formará dupla de frente com Fernandinho. Por outro lado, Cerri não poderá contar com o zagueiro Xandão, que foi julgado pelo STJD e pegou dois jogos de punição devido à expulsão diante do Atlético Mineiro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroBarueri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.