Barueri goleia a Ponte e ainda sonha com semifinais do Paulista

Time não se intimidou por jogar fora de casa e venceu por 5 a 2; artilheiro Pedrão deixou o seu, de pênalti

AE, Agencia Estado

21 de março de 2009 | 18h25

O Barueri manteve vivo o sonho de se classificar para as semifinais do Campeonato Paulista, ao golear a Ponte Preta por 5 a 2 neste sábado, em Campinas, na abertura da 15.ª rodada da competição. Com o resultado, a equipe se reabilitou da derrota para o Palmeiras por 3 a 0, no último sábado, e segue na sétima colocação, com 25 pontos, dois a menos que o quarto colocado, o Santos. A Ponte, que saiu bastante vaiada pela torcida, continua na oitava posição, com 19 pontos, mas pode ser ultrapassada ainda neste sábado.

Veja também:

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O Barueri mostrou grande eficiência para construir a vitória: não criou muitas oportunidades, mas apresentou um ótimo aproveitamento e abriu o placar logo a 3 minutos, com um gol de Thiago Humberto. Na segunda etapa, o time visitante voltou a marcar logo no começo, com Fernandinho, aos 4 minutos, e ampliou com Pedrão, de pênalti, aos 15.

A Ponte ainda tentou reagir com gols de Márcio Mexerica e Danilo Neco e chegou a pressionar, mas Éverton acabou com as chances do time da casa e fez o quarto gol do Barueri, em cobrança de falta. Nos acréscimos, Flavinho definiu a goleada, aos 47 minutos.

Após a partida, debaixo de vaias, o goleiro Aranha chegou a bater boca com alguns torcedores da Ponte, mas logo foi levado para os vestiários. Na próxima quarta-feira, às 21h50, a equipe campineira volta a campo para enfrentar o Corinthians, no Pacaembu. Um dia antes, o Barueri joga contra o Marília, às 21h30, na Arena Barueri.

FICHA TÉCNICA:

Ponte Preta 2 x 5 Barueri

Ponte Preta - Aranha; Nego (Kim), Gum, Jean e Alessandro (Galvão); Guilherme, William, Tinga e Rogerinho (Jean Marquisio); Danilo Neco e Márcio Mexerica. Técnico: Marco Aurélio.

Barueri - Renê; Leanderson (Bruno Ribeiro), Daniel Marques, Leandro Castan e Márcio Careca; Ralf, Fernandinho (Flavinho), Éverton e Thiago Humberto; Basílio (Júnior) e Pedrão. Técnico: Estevam Soares.

Gols - Thiago Humberto, aos 3 minutos do primeiro tempo; Fernandinho, aos 4, Pedrão (pênalti), aos 15, Márcio Mexerica, aos 16, Danilo Neco, aos 30, Éverton, aos 35 e Flavinho, aos 47 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Eduardo César Coronado Coelho.

Cartões amarelos - Guilherme (Ponte Preta); Renê, Leanderson, Basílio e Leandro Castan (Barueri).

Renda - R$ 19.100,00.

Público - 2.510.

Local - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.