Base do Palmeiras segue o esquema tático de Felipão

O esquema tático utilizado por Luiz Felipe Scolari no Palmeiras, bastante defensivo, pode não agradar a torcida alviverde, mas é o que vem sendo utilizado também nas categorias de base.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

31 Maio 2012 | 14h59

Coordenador dos times de base do clube, Candinho Farias afirma que segue a filosofia de Felipão justamente para ajudar o treinador quando ele precisar de peças para a equipe principal. "O que ele pede a gente faz", diz Candinho. "Nós nos espelhamos no time de cima e, assim, o moleque já sobe mais preparado."

O coordenador explica que tem colocado os times para jogar no esquema 4-2-3-1. "São três meias mais recuados e um centroavante", conta Candinho. Para exemplificar, é só pegar a equipe principal: Barcos na frente, com João Vítor, Valdivia e Luan vindo de trás; e Márcio Araújo e Marcos Assunção como volantes.

Candinho lembra ainda que imitar o time principal nas categorias de base é uma tendência dos clubes europeus. "O Barcelona faz isso", contou. Como Felipão termina seu vínculo no Palmeiras em dezembro, Candinho já avisou que pode mudar a forma de jogar dos times da base - tudo vai depender da filosofia do treinador que chegar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.