Bastia perde ponto por manifestações racistas da torcida

Clube francês é punido após torcedores insultarem o jogador Kebé, do Libourne Saint-Seurin

Efe,

31 de outubro de 2007 | 12h14

A Comissão de Apelação da Federação Francesa de Futebol confirmou nesta quarta-feira a retirada de um ponto do Bastia, pelos insultos racistas dirigidos por seus torcedores ao jogador Kebé, do Libourne Saint-Seurin. O caso ocorreu em 14 de setembro, em partida disputada no Estádio do Libourne Saint-Seurin, válida pela segunda divisão do Campeonato Francês, e que terminou a vitória do Bastia por 4 a 2. Kebé, natural de Burkina Fasso, foi expulso pelo árbitro aos 40 minutos do segundo tempo, após fazer gestos agressivos aos torcedores do Bastia. Em sua defesa, o jogador assegurou que havia respondido a insultos racistas proferidos pelos torcedores da equipe rival. O árbitro da partida confirmou na ata ter escutado os insultos racistas contra Kebé. Esta é a primeira vez que um clube é punido na França por manifestações racistas de seus torcedores.

Tudo o que sabemos sobre:
RacismoCampeonato Francês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.