Batata tenta recomeçar no Corinthians

O zagueiro Batata recomeça nesta quinta-feira a sua vida no Corinthians. Depois de três cirurgias seguidas que interromperam, em etapas, a sua carreira por 15 meses, ele inicia a fase de testes para saber se está em condição de voltar a treinar normalmente entre os profissionais.O jogador faz planos para ficar à disposição do técnico Wanderley Luxemburgo dentro de 20 dias. "Quem sabe eu possa participar das semifinais do Campeonato Paulista com o Corinthians", planeja Batata. "Já superei tantos problemas nos últimos meses, por que não posso acreditar na classificação do time?", questiona o zagueiro.Batata treina nesta quinta-feira entre os infantis. Na sexta, ele aumenta a dose ao participar do coletivo dos juvenis. Na próxima semana, o zagueiro faz o teste final contra os juniores. A comissão técnica avaliará o resultado para decidir se o zagueiro está em condição de voltar a lutar por uma posição na equipe.Contratado do Ituano no segundo semestre de 1998, Batata sofreu o primeira drama no Corinthians em junho do ano seguinte, ao ser submetido a uma cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo. O jogador ficou quatro meses em recuperação. Ao voltar ao time, nova contusão séria: em junho do ano passado, machucou o joelho esquerdo. Operado, Batata ficou afastado do futebol por mais seis meses.Após o período de tratamento intensivo e exercícios de fisioterapia, o zagueiro recuperou a forma e a posição na equipe. Mas contra o Gama, em agosto de 2000, o zagueiro contundiu o tendão de Aquiles do pé direito. O jogador ficou cinco meses em tratamento. Após esta fase na enfermaria do clube, ele, aos poucos, voltou aos exercícios físicos."Faz uns cinco meses que não sei o que é participar de um treino coletivo. Por isso, é importante eu reiniciar em doses, com a molecada primeiro", explicou o zagueiro. Há alguns dias, Batata assinou um novo contrato com o Corinthians, a pedido de Luxemburgo, que conta com o seu reforço. "Não tive aumento de salário, mas a diretoria me prometeu, que a medida que eu for subindo de produção, vou sendo recompensado financeiramente", revelou. "Após a décima partida que assinar a súmula, tanto na reserva ou no time, terei meu primeiro aumento."A equipe para enfrentar o União Barbarense, sábado, em Santa Bárbara D?Oeste, deverá ser definida no treino desta quinta-feira à tarde. Luxemburgo aguarda a volta de Luizão, que defendeu a seleção em Quito. Hoje, o treinador testou o esquema do "futebol total" com os jogadores do ataque e do meio-de-campo marcando, por pressão, a saída do adversário da defesa. "Definimos a colocação de cada atleta em campo por meio das palestras com o técnico e auxílio do computador", afirmou o meia Ricardinho. "Depois, testamos o esquema durante os treinos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.