Batistuta garante estar bem e diz que ainda joga futebol

O ex-atacante Gabriel Batistuta veio a público nesta terça-feira para desmentir a notícia, publicada por um jornal colombiano no fim de semana, de que não conseguiria mais andar e estivesse planejando amputar as duas pernas. O argentino garantiu que a informação é falsa e que ele ainda inclusive joga futebol de forma recreativa.

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2015 | 14h06

"Ter que desmentir esse tipo de informação sem argumento é como levar uma facada. Perguntaram para meus filhos na escola o que se passava com o pai deles. Quero dizer que estou perfeito. Tenho uma história complicada com os joelhos, que já contei milhões de vezes. Contei faz um ano que comecei a melhorar e que estou melhor do que há três ou quatro anos, mas não tem nada a ver com amputar as pernas ou com as barbaridades que disseram. Não sei de onde saiu essa informação. Me surpreende que tenha saído que tenha mobilizado tanta gente", reclamou ele, em um programa da TV argentina.

Em agosto de 2014, Batistuta concedeu entrevista ao canal argentino TyC Sports e contou que, no passado, tamanha as dores nos joelhos, havia chegado a pensar em amputação. Desde então, entretanto, ele melhorou. "Tenho uma vida normal. As vezes as pernas doem, mas são as dores que me acompanharam por toda a carreira. Faz um quatro ou cinco anos fiz um tratamento e comecei a melhorar, até jogo futebol de vez em quando", contou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBatistuta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.