Eduardo Verdugo|AP
Eduardo Verdugo|AP

Bauza admite que São Paulo 'não fez grande jogo' no México

Técnico afirma que equipe teve atuação ruim contra o Toluca

Estadão Conteúdo

04 de maio de 2016 | 22h15

A classificação do São Paulo para as quartas de final da Copa Libertadores não atenuou a reprovação do técnico Edgardo Bauza sobre as falhas do time na derrota por 3 a 1 para o Toluca, no México, nas quartas de final. O argentino admitiu nesta quarta-feira que a equipe jogou mal e sofreu com os ataques adversários, apesar de ter conseguido avançar à próxima fase.

"Não estou contente, não fizemos um grande jogo. Nos faltou muito ter a bola. Sabíamos que teria a pressão do Toluca, com quatro atacantes no campo contrário. Isso dificultava muito em ter a bola", comentou o treinador após a partida.

"Creio que para mim os gols que sofremos foram de cansaço, de bolas aéreas. Viemos com a intenção de nos classificar e conseguimos. Colocamos o São Paulo entre os oito melhores da América, o que não é pouca coisa", afirmou.

A vantagem de 4 a 0 construída no jogo de ida, no Morumbi, fez o São Paulo atuar com postura mais cautelosa em Toluca. A equipe paulista escalou um time sem o meia Paulo Henrique Ganso, e com o volante Wesley no lugar, para reforçar a marcação. Ainda assim, sofreu pressão principalmente no primeiro tempo, quando pouco ameaçou o gol de Talavera.

Na segunda etapa o treinador fez alterações para evitar com que Calleri e Kelvin fossem expulsos e também viu a equipe conseguir chegar ao empate, com Michel Bastos, e levar mais perigo aos mexicanos. "No primeiro tempo não gostei do time. No segundo, conversamos um pouco, mudamos algumas coisas táticas. Não puderam mais chegar pelo lado esquerdo com a mesma facilidade que chegaram", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.