Nelson Almeida/AFP
Nelson Almeida/AFP

Bauza ameaça deixar o São Paulo caso não cheguem reforços

Técnico espera por caras novas após perder atletas

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2016 | 07h03

Edgardo Bauza está preocupado com a montagem do elenco para a sequência do Campeonato Brasileiro e por causa disso ameaçou até deixar o São Paulo caso os prometidos reforços não cheguem. O clube tem até essa terça-feira para contratar jogadores que atuam no exterior. Depois, só poderão chegar jogadores sem time ou que defendem equipes brasileiras.

“Se não trouxerem os jogadores será muito difícil continuar, mas eles (dirigentes) estão tentando. Falei com os dirigentes, se não tivermos reforços será muito difícil”, comentou, em entrevista a um programa de rádio argentino chamado Gol de Vestuario. “"Uma vez que finalizar o mercado vamos analisar a nossa situação”, completou.

Bauza ainda revelou que chegou a conversar com Hernán Barcos, do Sporting, e que teve passagens por Palmeiras e Grêmio. “Conversei com o Barcos, mas a situação dele na Europa é complicada”, explicou o treinador.

A diretoria corre contra o tempo para conseguir acertar a contratação de pelo menos três jogadores. Após o clássico com o Corinthians, Bauza disse esperar pela chegada de estrangeiros, já que perdeu três atletas nos últimos dias. Os atacantes Calleri e Alan Kardec e o meia Paulo Henrique Ganso.

Enquanto isso, quem está chegando é o zagueiro Douglas. Ele está acertando a rescisão contratual com o Dnipro, da Ucrânia, e chegará ao clube sem custos.

 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.