Fernando Nunes|Divulgação
Fernando Nunes|Divulgação

Bauza chega em Barcelona e tenta convencer Messi a retornar à seleção argentina

Ex-treinador do São Paulo vai se reunir com o craque para saber suas intenções de futuro

Estadão Conteúdo

10 de agosto de 2016 | 08h53

A aposentadoria de Lionel Messi da seleção argentina pode durar poucos meses. Essa, ao menos, é a intenção do novo comandante da equipe, Edgardo Bauza, que chegou em Barcelona nesta quarta-feira para convencer o jogador a desistir de seu intuito.

Cinco vezes eleito o melhor jogador do mundo, Messi anunciou sua aposentadoria da seleção em junho, após a derrota para o Chile na final da Copa América Centenário, na disputa de pênaltis. O craque do Barcelona, que jamais conquistou um título com a Argentina, fez o anúncio logo após desperdiçar uma das cobranças decisivas: "a seleção terminou para mim."

Bauza, porém, está confiante de que pode demovê-lo dessa ideia. "Venho para falar sobre futebol, para que ele me conte sobre sua frustração que o levou a dizer essa frase", comentou ao desembarcar em Barcelona. E acrescentou: "esta conversa depois pode resultar em uma decisão."

Ex-treinador do São Paulo, Bauza assumiu recentemente a seleção argentina no lugar de Gerardo Martino, que deixou o comando justamente após o decepcionante vice-campeonato na Copa América.

Já Messi está treinando no Barcelona e deve fazer sua primeira partida oficial da temporada no próximo domingo, contra o Sevilla, em duelo válido pela Supercopa da Espanha.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.