Bauza diz que LDU está acostumada a ser coadjuvante

O técnico Edgardo Bauza disse nesta sexta-feira que a LDU está acostumada a ser considerada coadjuvante nos confrontos decisivos e que isso não incomoda. Foi assim contra o Fluminense, na decisão da Copa Libertadores, e será contra o Manchester, domingo, na final do Mundial de Clubes, em Yokohama. "Não sei como estão as apostas na Inglaterra, sei que jogam muito, mas deve estar cinco, seis por um", disse Bauza. "Não importa como isso está, sei que meus jogadores vão dar a vida para ganhar, sei que vão se matar". Bauza ressaltou que a LDU está muito perto de alcançar um objetivo que parecia muito distante no início da Libertadores. "Tentaremos fazer com que esta última partida do ano seja o último passou de uma larga escalada que nos primeiros jogos víamos muito distante", enfatizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.