Erico Leonan|Divulgação
Erico Leonan|Divulgação

Bauza faz testes e indica escalação de Wesley no São Paulo na Bolívia

Volante deve ser a novidade do time contra o The Strongest

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2016 | 13h43

O treinamento do São Paulo na manhã desta terça-feira, no CT da Barra Funda, indicou que o volante Wesley pode ser a grande novidade na escalação do time para o duelo com o boliviano The Strongest, quinta-feira, em La Paz, pela rodada final do Grupo 1 da Copa Libertadores.

Foi isso que o técnico Edgardo Bauza mostrou durante a atividade, em que realizou vários testes no time, trabalhou basicamente o sistema defensivo e incluiu Wesley entre os titulares. Como o foco era a marcação, o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante argentino Calleri nem participaram do início desse treino, trabalhando apenas as finalizações.

Com dez jogadores, Bauza escalou a seguinte formação: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Michel Bastos e Kelvin. Depois, o treinador promoveu a entrada dos suplentes, que tinham a função de atacar. Enquanto isso, quando roubavam a bola, os titulares deveriam acionar Kelvin e Michel Bastos pelos lados do campo.

Durante o treino, Bauza fez algumas mudanças. O treinador trocou Michel Bastos por Ganso. Depois, Michel Bastos ocupou a vaga de Kelvin. Já Wesley não deixou a formação principal.

O São Paulo ainda treina nesta quarta-feira antes de seguir para a Bolívia. Vice-líder do Grupo 1 da Libertadores, o time precisa empatar com o The Strongest em La Paz para se garantir nas oitavas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.